Reabertura do comércio em Boa Vista-RR tem fase adiada

A prefeita de Boa Vista, Teresa Surita (MDB), informou que não vai dar continuidade à reabertura do comércio local. A segunda etapa estava prevista para a próxima quarta-feira (5) e incluía academias, serviços de personal trainer, bares e restaurantes. A decisão foi tomada com base no índice de ocupação de leitos de UTI, que chegou a 71,7%.

Reabertura do comércio em Boa Vista-RR tem fase adiada
Reabertura do comércio em Boa Vista-RR tem fase adiada. (Imagem: Divulgação PMBV)

Segundo a prefeita, dois leitos a mais garantiriam um índice aceitável, menor que 70%, mas o Hospital Geral de Roraima (HGR) desativou leitos destinados à UTI para tratamento de Covid-19. Surita também admitiu ter dificuldade em obter dados da Secretaria de Estado da Saúde de Roraima (Sesau).

A prefeitura explicou que a continuidade do plano será reavaliada daqui a uma semana se os leitos que faltam forem disponibilizados e a taxa de ocupação da unidade diminuir.

Etapas de reabertura econômica

A primeira etapa de retomada das atividades comerciais ocorreu em 20 de julho e foi voltada aos estabelecimentos de varejo; ao setor de serviços; clínicas e consultórios médicos e odontológicos; shoppings, centros comerciais e galerias; bares, restaurantes e outros estabelecimentos de alimentação por meio de entrega em domicílio (delivery) ou retirada do produto no local (drive-trhu).

Um aumento do número de mortes registrado no período foi associado à flexibilização, mas a prefeitura alegou que as confirmações seriam parte dos óbitos que estavam em investigação nas semanas anteriores.

A segunda etapa estava prevista para ocorrer 15 dias após o início da primeira etapa. A medida liberava o atendimento de personal trainers, academias; espaços públicos; restaurantes, bares e outros estabelecimentos de alimentação com atendimento presencial restrito e sem serviços de self-service.

Leia mais: Amapá e Roraima foram os estados mais beneficiados pelos recursos em combate ao COVID-19.

A terceira etapa inclui espaços de festas e eventos; cinemas, teatros e auditórios. Entretanto, diversos serviços foram liberados antes da flexibilização prevista, como indústrias, postos de lavagem de carros, hotéis, pousadas e lavanderias. As regras também foram readequadas para táxis, escritórios comerciais, concessionárias e lojas de revenda de veículos, que puderam voltar a funcionar durante a pandemia.

Roraima contabiliza 505 mortes causadas pelo novo coronavírus e 32.016 casos confirmados. Do total, Boa Vista concentra 405 óbitos e 23.932 casos da doença.

Facebook Comments

Mônica Chagas Ferreira é mestranda em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e formada em Jornalismo pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Como pesquisadora, estuda Análise do Discurso na perspectiva foucaultiana, contemplando relações de saber, poder e política presentes na mídia. Enquanto jornalista, já atuou em rádios e veículos impressos. Atualmente trabalha como assessora de comunicação e redatora do Jornal O Norte.