Briga de igrejas pelo nome “Deus é Amor” acaba na Justiça

Uma briga entre duas igrejas pelo direito do uso do nome “Deus é Amor” está chamando a atenção. Tudo por que as duas igrejas utilizam a citação bíblica como nome. A Igreja Pentecostal de Deus é Amor, fundada em 1962, foi quem entrou com um pedido na Justiça para usar exclusivamente a expressão.A Justiça de São Paulo determinou que a citação bíblica “Deus é Amor” não poderá ser usada exclusivamente por uma instituição religiosa, dando autorização para a “Igreja Pentecostal Deus é Amor Renovada”, fundada em 2019 a partir de uma dissidência entre fieis da igreja mais antiga, usar a marca.
A Justiça entendeu que a citação bíblica “Deus é Amor” não pode ser utilizada como marca e concedeu o direito de uso da expressão para outra instituição religiosa.
Enquanto a Deus é Amor alegou que a outra instituição quis confundir os fiéis, a Deus é Amor Renovada defendeu que a expressão era bíblica.
“Em termos legais, a expressão ‘Deus é Amor’, isoladamente considerada, sequer poderia ser registrada como marca, como de fato não foi”, destaca o magistrado, em decisão, lembrando que bastava “a leitura de um nome e de outro para que se chegue à conclusão de que são entidades religiosas diversas.” Cabe recurso à decisão.

Fonte: Diário do Pará