5,4 milhões de trabalhadores recebem hoje auxílio emergencial

Aqueles que aguardam uma o auxílio emergencial devem ficar atentos. Uma nova parcela do benefício dado pelo Governo Federal no valor de R$ 600 será paga na sexta-feira (24) a 5,4 milhões de trabalhadores através da Caixa Econômica Federal.

5,4 milhões de trabalhadores recebem hoje auxílio emergencial
5,4 milhões de trabalhadores recebem hoje auxílio emergencial. (Imagem: Google).

Receberão hoje cadastrados no Programa Bolsa Família, além dos beneficiários do Cadastro Único e aqueles que se inscreveram do benefício através do site ou aplicativo.

Do total de 5,4 milhões de beneficiários, 1,9 milhão são aqueles que recebem o Bolsa Família, porém, que possuem o final do NIS (Número de Identificação Social) terminado em 5.

Esse grupo receberá hoje a quarta parcela. A outra fatia de beneficiários faz parte do Cadastro Único, inscritos através do site e aplicativo, além de terem data de nascimento em fevereiro. Esse grupo totaliza 3,5 milhões de trabalhadores.

Desses receberão:

  • Novos aprovados que irão ter o depósito da primeira parcela
  • Aqueles que receberam o primeiro lote e agora recebem a quarta parcela
  • Beneficiários contemplados com o lote dois e terão acesso ao terceiro depósito
  • Aqueles que já receberam o terceiro e quarto lotes e agora receberão a segunda parcela.

Aqueles que recebem através do bolsa Família já começaram a receber o pagamento na última segunda-feira 20. Para este grupo os pagamentos seguem até o dia 31 de julho.

Leia Mais: FGTS emergencial: Nascidos em janeiro receberão benefício em espécie nesta sexta-feira

Aos demais, o benefício será depositado através da conta poupança social digital da Caixa. Através da conta poupança os beneficiários podem fazer pagamentos de boletos e compras através do cartão. Para realização de saques e transferências esse grupo poderá realizá-los apenas a partir do dia 25 de julho.

Suspeita de fraude no auxílio emergencial

A Caixa Econômica Federal, Ministério Público, Polícia Federal e Ministério da Cidadania estão atentos a possíveis fraudes no auxílio, gerado para grupos vulneráveis para enfrentamento da crise provocada pelo novo coronavírus. Mais de 1,3 milhão de contas já foram bloqueadas por suspeita de fraude e dados cadastrais incompletos.

Esta semana o presidente da Caixa Econômica já havia divulgado o cancelamento de centenas de milhares de contas, sob a suspeita delas terem sido manipuladas por hackers para o recebimento do benefício. Caso você tenha recebido uma mensagem no aplicativo Caixa Tem, procure a agência mais próxima.

Mara Rodrigues é formada em jornalismo pela Universidade Estácio de Sá com mais de 13 anos de experiência. Já atuou como repórter de economia e polícia do jornal O Estado, repórter de cotidiano da TV Diário e assessora de comunicação. Atualmente trabalha como repórter de cotidiano da TV Cidade, filiada da Record TV no Ceará e dedica-se a redação do jornal O Norte.