Alagoanos podem ter DESCONTO na conta de luz ao realizar ESTE cadastro

Nesta terça-feira (7), a Equatorial Energia alertou que mais de 138 mil consumidores de Alagoas que não atualizarem o cadastro na tarifa social podem perder o desconto na conta de luz. Para ter acesso à redução da conta, o cidadão precisa atualizar o NIS (Número de Identificação Social) até o final de dezembro. A atualização cadastral é obrigatória e deve ser feita a cada dois anos.

Alagoanos que atualizarem cadastro até o fim do ano podem ter DESCONTO na conta de luz (Imagem: Equatorial Pará/Divulgação)
Alagoanos que atualizarem cadastro até o fim do ano podem ter DESCONTO na conta de luz (Imagem: Equatorial Pará/Divulgação)

Os inscritos no programa devem realizar o recadastramento obrigatório mesmo que não haja nenhuma mudança, sendo necessário para confirmação das informações do cadastro. Bastando o responsável se dirigir até uma unidade do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) ou sede do Bolsa Família.

Leia mais: Conta de luz aumenta NESSES estados a partir de hoje (1º)

De acordo com o portal G1, representantes da AMA (Associação dos Municípios Alagoanos), do COEGEMAS (Colegiado Estadual de Gestores Municipais de Assistência Social), do Cigip (Consórcio Público para Gestão da Energia Elétrica e Serviços Público) e das secretarias de assistência sociais dos municípios realizaram reunião para intensificar as ações de chamamento.

“Desde julho estamos informando a população sobre o vencimento do NIS e a necessidade de realizar a atualização cadastral. A comunicação é feita no campo ‘Notificação de Reaviso de Vencimento / Mensagem’ e por meio de um ‘carimbo’ na fatura de energia, com o objetivo de chamar atenção do cliente sobre prazo para o recadastro”, informou o gerente de Relacionamento com o Cliente da Equatorial, Carlos Morais, ao portal.

Como se cadastrar na tarifa social de Alagoas?

Aqueles que possuírem interesse em participar do Tarifa Social e que já tenham o NIS atualizado, podem fazer a solicitação pelo telefone 0800 082 0196, por mensagem de texto no WhatsApp (82) 2126-9200 – com a assistente virtual Clara, no site do Equatorial Energia clicando aqui ou com os leituristas, agentes de campo e os de negociação.

Quem tem direito ao benefício de desconto na conta de luz?

  • Ser inscrito no CadÚnico, com renda familiar de até meio salário mínimo por pessoas;
  • Ser idoso ou deficiente que recebe o Benefício da Prestação Continuada (BPC) com renda mensal por pessoa, inferior a um quarto do salário mínimo;
  • Famílias inscritas no CadÚnico que tenham portador de doença que necessite de aparelhos ligados à energia elétrica de forma continuada, com renda mensal de até 3 (três) salários mínimos;
  • Famílias indígenas e quilombolas inscritas no Cadastro Único com renda menor ou igual a meio salário mínimo por pessoa da família ou que possuam, entre seus moradores, algum beneficiário do BPC.

Sobre o programa tarifa social

Criado pelo Governo Federal, o TSEE (Programa Tarifa Social de Energia Elétrica) é voltado à redução da tarifa de consumo de energia elétrica em até 65% para famílias com baixa renda. O valor cobrado é gradativo e, quanto menor o consumo, maior o desconto na fatura. Os valores são apresentados na fatura do cliente.

Para famílias indígenas e quilombolas que consomem até 50kWh/mês, a redução é de 100%. Após 220kWh, os clientes pagam o valor normal da tarifa.

Jornalista graduada pela FAPCOM (Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação). Foi repórter do site MigraMundo e Startupi, atuou na comunicação de ONG e em assessoria de imprensa. Atualmente trabalha como jornalista freelancer e redatora do Jornal O Norte.