Alagoas define RETORNO das aulas presenciais na rede pública; confira o cronograma

O estado do Alagoas determinou nesta segunda-feira (21) a data de retorno das aulas presenciais da rede pública e privada de ensino. O cronograma foi divulgado, assim como a capacidade de alunos em cada setor de ensino. De acordo com o decreto, as aulas vão retornar dia 21 de janeiro e devem seguir os protocolos sanitários divulgados pelo Ministério da Saúde.

Alagoas define RETORNO das aulas presenciais na rede pública; confira o cronograma
Alagoas define RETORNO das aulas presenciais na rede pública; confira o cronograma (Imagem: Reprodução/Google)

Conforme decisão, o documento formal e escrito será lançado e vai estabelecer a capacidade de estudantes permitida durante as aulas. Inicialmente, a rede pública contará com 30% da capacidade e a rede privada 50%.

Essa porcentagem foi citada caso as notificações de contaminação pelo novo coronavírus ainda estejam crescendo. Contudo, o Governo do Estado afirmou que cabe aos prefeitos darem o veredito final sobre esse assunto junto às populações municipais.

Leia mais: Réveillon 2021: Saiba QUAIS estados do Nordeste tiveram festas CANCELADAS

O Governador de Alagoas, Renan Filho (MDB), afirmou que as aulas precisam voltar e disse em entrevista:

“Não dá mais para levarmos a educação paralisada. As matrículas nas escolas serão liberadas em janeiro. Estou finalizando este decreto, analisando alguns outros estados, a menos que os prefeitos não queiram. Algumas questões precisam ser tratadas com os novos gestores, e eu farei isso.”

Quanto ao funcionamento de estabelecimentos como bares e restaurantes, o decreto será reavaliado. A quantidade de pessoas por evento é de no máximo 300 convidados. O novo decreto ainda não tem prazo para ser divulgado.

Essas medidas e protocolos sanitários servem como formas de combater o avanço do novo coronavírus, respeitando o plano de retomada municipal e ao mesmo tempo protegendo a população de novos índices de contaminação.

Segunda onda em Alagoas

Segundo relatório de casos e de acordo com o aumento de notificações no estado, Alagoas apresenta característica de segunda onda de contaminação pelo novo coronavírus.

A informação veio dos pesquisadores da Universidade Federal do Alagoas (UFAL). De acordo com o relatório epidemiológico:

“Após um período de quase dois meses com baixa incidência de casos, o estado voltou a registrar aumento de casos, seguido da alta de óbitos, tendência que deve se manter nas próximas semanas segundo predições realizadas por diversos grupos de pesquisa que têm se dedicado ao tema, como o Observatório de Síndromes Respiratórias .”

Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do Jornal O Norte traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.