Réveillon 2021: Saiba QUAIS estados do Nordeste tiveram festas CANCELADAS

Com o avanço dos casos de contaminação pelo novo coronavírus no país, muitos estados vêm adotando medidas de enfrentamento nas festas de final de ano como formas de prevenção. No Nordeste, seis dos nove estados decretaram o cancelamento do Réveillon 2021. Nos demais, cidades e capitais suspenderam as comemorações ou apertaram as proibições.

Réveillon 2021: Saiba QUAIS estados do Nordeste tiveram festas CANCELADAS (Imagem: Dikran Junior/Futura Press)
Réveillon 2021: Saiba QUAIS estados do Nordeste tiveram festas CANCELADAS (Imagem: Dikran Junior/Futura Press)

As restrições começaram a pipocar pelas unidades federativas após a realização das eleições municipais, mesmo com as contaminações vindo em alta com tendência de uma 2ª onda no país. Governadores e prefeitos nordestinos se viram diante de patamares semelhantes aos números registrados em julho e agosto.

Apenas os governadores de Sergipe, Paraíba e Rio Grande do Norte ainda não tomaram decisões sobre o estado, apenas as prefeituras se posicionaram sobre as festas de final de ano em espaços públicos e privados.

Os demais estados do Nordeste já determinaram as restrições a serem aplicadas pelas próximas semanas, mesmo que de forma tardia. Com exceção do Piauí, que emitiu notas técnicas a fim de orientar a população e setores ligados às festividades.

Até mesmo os estados que ainda não decretaram o cancelamento do Réveillon falam sobre lockdown e adiamento de volta econômica, como é o caso do Rio Grande do Norte.

Veja a lista de estados com decisões sobre o Réveillon 2021

Alagoas: Foi decretada no estado alagoano a suspensão das festas no estado no último dia 3 de dezembro, com o objetivo de evitar aglomerações no estado conhecido por atrair turistas de todo o Brasil nesta época do ano. Revogando decisão governamental de setembro que liberava a realização de eventos públicos e privados no limite de até 300 participantes.

Bahia: Motivado pelo crescimento da ocupação de leitos voltados para o tratamento de pessoas com covid-19 no estado, o governador Rui Costa proibiu as festas de fim de ano na Bahia ainda na última semana de novembro. O gestor estadual chegou a dizer nas redes sociais que disse que não deveria haver aglomeração no Natal, no Réveillon ou em qualquer outra data comemorativa enquanto não tiver vacina.

Ceará: Ceará é um dos estados com definição geral tardia sobre o Réveillon. O governador suspendeu quaisquer eventos sociais e corporativos, privados ou públicos, em ambientes abertos ou fechados entre os dias 15 de dezembro de 2020 a 4 de janeiro de 2021 em decreto publicado na última sexta-feira (11).

Maranhão: O governo do Maranhão oficializou o cancelamento da festa do Réveillon 2021 no estado em conjunto com a suspensão de toda e qualquer festa de grande porte e que promova aglomeração. A decisão tomada se deu com o intuito de garantir a segurança da população e evitar a propagação do novo coronavírus.

Leia mais: Bolsonaro ignora 2ª onda de Covid-19 no Brasil: ‘Estamos vivendo um finalzinho de pandemia’

Paraíba: Por hora, apenas a capital paraibana teve decisão de proibição de realização de festas no final do ano. Os eventos, realizados anualmente no Busto de Tamandaré, na divisa das praias de Tambaú e Cabo Branco, não serão realizados em razão da pandemia do novo coronavírus.

Pernambuco: As festas de Natal e Ano Novo no estado foram canceladas por causa da pandemia da Covid-19 em anúncio foi feito pelos secretários de Saúde, André Longo, e de Desenvolvimento Econômico, Bruno Schwambach, em uma transmissão feita pela internet.

Piauí: A Divisa (Diretoria de Unidade de Vigilância Sanitária Estadual) divulgou nota técnica com recomendações para as festas de fim de ano, proibindo a realização de festas em praças, parques, avenidas, pontes, orla marinha, praias e clubes. Além de orientar que empresas públicas e privadas realizem as confraternizações de Natal e Ano Novo, preferencialmente, remotamente.

Rio Grande do Norte: No estado do Rio Grande do Norte, a capital optou pela suspensão das festas. A prefeitura publicou um decreto cancelando a edição do Natal, o Réveillon com a tradicional queima de fogos e o Carnaval 2021.

Sergipe: Festas em comemoração ao Réveillon, não estão proibidas em Sergipe, os eventos estão autorizadas desde que atendam aos protocolos sanitários estabelecidos. Ainda em agosto, apenas a capital sergipana havia anunciado o cancelamento da festa de réveillon, que reúne cerca de 100 mil pessoas na Orla da Atalaia, Zona Sul da capital.

Jornalista graduada pela FAPCOM (Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação). Foi repórter do site MigraMundo e Startupi, atuou na comunicação de ONG e em assessoria de imprensa. Atualmente trabalha como jornalista freelancer e redatora do Jornal O Norte.