Casa Verde e Amarela GANHA mais de R$ 5 BILHÕES em recursos do FGTS ainda neste ano

O Governo Federal decidiu que o novo programa habitacional Casa Verde e Amarela, substituto do Minha Casa Minha Vida, irá receber mais recursos advindos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) até o final de 2020. O Ministério de Desenvolvimento Regional juntamente com o Conselho Curador do FGTS aprovou um total R$ 5,5 bilhões e o montante destinado ao programa chegará a R$ 62 bilhões ainda neste ano.

Casa Verde e Amarela GANHA mais de R$ 5 BILHÕES em recursos do FGTS ainda neste ano
Casa Verde e Amarela GANHA mais de R$ 5 BILHÕES em recursos do FGTS ainda neste ano (Fonte: Reprodução / Google)

Entre as propostas de mudança do programa estão juros mais baixos e ampliação do público alvo. A taxa foi estabelecida como sendo 4,25% ao ano com normas diferenciadas e mais facilidade para a região Norte e Nordeste do país. Além das novas regras, há a possibilidade de renegociação das dívidas pendentes.

O novo programa habitacional do Governo Bolsonaro é um projeto substituto do Minha Casa Minha Vida que foi criado em 2009 no Governo do ex-Presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT).

Leia mais: Auxílio emergencial: Ministério da Economia dá palavra FINAL sobre o benefício em 2021

A injeção de novos recursos ao Casa Verde e Amarela tem um fator decisivo e auxilia diretamente na criação e fortalecimento do programa, destaca Rogério Marinho, ministro de Desenvolvimento Regional. Como, segundo o Governo atual, uma das principais missões é diminuir as parcelas e aumentar o projeto no Nordeste, o Casa Verde e Amarela até então apresentou uma boa aceitação e segue rumo à votação na Câmara e Senado.

Nós demos um impacto maior na diminuição da prestação no Nordeste para que o maior número de famílias tenham acesso naquela região, onde a demanda reprimida é muito maior em função da dificuldade financeira das famílias“, disse Roberto Marinho.

Mais propostas do Casa Verde e Amarela

A ideia inicial é regularizar mais de 2 milhões de moradias, subsidiar a construção de cômodos para proporcionar um conforto maior às famílias e atuar diretamente na regularização fundiária.

Leia mais: INSS 2021: Reajuste na aposentadoria por invalidez mexe no SEU bolso; saiba como

Segundo a ementa, o projeto pretende promover melhorias habitacionais em uma quantidade estimada até 2024 de 400 mil pessoas.

A retomada de obras também será um característica permitida pelo programa. Para famílias do Norte e Nordeste e que apresentem renda de até R$ 2 mil reais terá redução de 0,5% de juros.

Quem recebe entre R$ 2 mil e R$ 2,6 mil pode haver uma redução de 0,25% comparado ao programa habitacional antigo, Minha Casa Minha Vida.

Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do Jornal O Norte traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.