Covid-19: Feira de Santana inicia toque de recolher e medidas restritivas no comércio

A Prefeitura Municipal de Feira de Santana, em parceria com o Governo do Estado da Bahia, anunciou a medida de toque de recolher noturno na cidade das 18h às 5h. A restrição passa a valer a partir da última quarta-feira (15) até o domingo (19). Somente poderão funcionar serviços considerados essenciais, como farmácias e unidades de saúde.

Covid-19: Feira de Santana inicia toque de recolher e medidas restritivas no comércio
Covid-19: Feira de Santana inicia toque de recolher e medidas restritivas no comércio (Imagem: Washington Nery/Prefeitura de Feira de Santana)

A medida adotada pelo prefeitura de Feira de Santana é decorrente do aumento dos casos de contaminação do coronavírus (Covid-19) na cidade. 

Dessa forma, estão permitidos apenas deslocamentos em casos de atendimento em serviços de saúde e/ou farmácia, compras de medicamentos ou situações em que sejam comprovadas a necessidade de urgência. 

De acordo com a prefeitura, servidores, funcionários e colaboradores que atuam nas unidades públicas ou privadas de saúde e seguranças, e que estejam no desempenho de suas funções, não sofrerão as restrições

Leia mais: Procon-BA lança novos canais para atendimento virtual ao consumidor

Das 5h às 16h ficam autorizados o funcionamento de serviços essenciais, em especial, atividades relacionadas ao combate à pandemia da Covid-19, transporte e serviços de entrega de medicamentos. 

Desse modo, atividades como serviços de mercados, servidos de delivery, farmácias, unidades de saúde, serviços de segurança privada, postos de combustíveis.

Também indústrias, bancos, serviços funerários, lotéricas e estabelecimentos voltados à alimentação e cuidado de animais também se consideram essenciais. 

Medida de restrição no comércio em Feira de Santana

A medida foi anunciada pelo prefeito Colbert Martins Filho, junto ao Major Lúcio José, representando a Polícia Militar, além de Edson Borges, da secretaria de Comunicação Social. 

Ademais, também estavam presentes o secretário de Transportes e Trânsito, Saulo Figueiredo; secretário de Desenvolvimento Social Denilton Pereira de Brito; superintendente do Procon, Cleudson Almeida; e Paulo Aquino, chefe de gabinete do prefeito. 

Conforme apontado pelo prefeito de Feira de Santana, a medida de restrição já vinha sendo colocada pelo governador da Bahia. Colbert Martins também solicitou à população para ficar em casa, a fim de evitar a contaminação do novo coronavírus. 

Descumprimento da medida

Caso o cidadão descumpra a medida restritiva adotada pela prefeitura, o mesmo poderá ser encaminhado à delegacia, para responder pelo crime de desobediência da ordem legal de funcionário público. Além disso, caso pode responder também por infringir determinação de evitar a propagação do vírus. 

Facebook Comments