Dataprev informa falha na liberação do BEm; veja quando sai o pagamento

A Dataprev informou que houve uma falha no processamento do lote número 27 do BEm e, por isso, o pagamento dos funcionários que recebem a parcela pelos recursos da Caixa Econômica Federal, serão atrasados. A previsão é de que o pagamento aconteça amanhã, sexta-feira (30).

Dataprev informa falha na liberação do BEm; veja quando sai o pagamento
Dataprev informa falha na liberação do BEm; veja quando sai o pagamento (Imagem: Reprodução Canaver Contábil)

Falha de pagamento da Dataprev

Uma parte dos trabalhadores da rede privada e que assinaram acordo de suspensão de contratos e redução de jornada, terão o seu pagamento do Benefício Emergencial de Emprego e Renda (BEm) atrasados. Ao todo 236.78o trabalhadores serão afetados e os recursos somam R$ 191,9 milhões.

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia e a Dataprev informaram que uma falha no processamento do lote de número 27 do BEm vai provocar atraso no pagamento das parcelas para os funcionários que recebem os recursos pela Caixa Econômica Federal. Segundo a Dataprev, a situação já foi corrigida, e a previsão é que o pagamento aconteça amanhã, sexta-feira (30).

Na segunda-feira (26), o órgão informou que foi identificada uma “ocorrência no processamento realizado pela Dataprev nas parcelas do lote 27, após implementação de uma nova rotina no sistema da empresa, o que inviabilizou o pagamento na data prevista”.

Acordo

A empresa e o empregador firmam um acordo e informam ao Ministério da Economia. Feito isso o Ministério vai avaliar todas as condições de elegibilidade e encaminha os pagamentos para serem processados na Caixa ou no Banco do Brasil.

Alguns dos acordos feitos são:

  • Caso o trabalhador tenha o seu contrato suspenso ele vai receber recurso no mesmo valor do seu salário mensal, pago pelo Governo Federal;
  • No caso de contrato com jornada e salário reduzidos em 25%, 50% ou 70%, uma parte é paga pelo empregador, enquanto o complemento do percentual definido é completado pelo Governo Federal. A primeira parcela é disponibilizada 30 dias após a formalização do acordo e as parcelas subsequentes são liberadas a cada período de 30 dias.

Leia mais: Bolsa Família 2021: Como fica o financiamento do benefício? Veja DETALHES aqui

BEm

O Benefício Emergencial de Emprego e Renda- BEm é uma complementação de renda paga pelo governo. Ele é voltado para pessoas com vínculo empregatício, sendo assim, o público atendido são diferentes dos que recebem o auxílio emergencial. Entretanto, ele foi criado para evitar com que futuras demissões aconteçam durante a pandemia da Covid-19.

Mariana Castro é formada em Pedagogia pela Universidade Brás Cubas em Mogi das Cruzes – SP. Atualmente trabalha como professora na rede privada de ensino e dedica-se a redação do Jornal O Norte.