Eleições 2020: Veja o plano de governo dos candidatos a prefeito de São Luís

Os partidos políticos já divulgaram os seus candidatos a prefeito e vice-prefeito nas eleições 2020 e todas as candidaturas  já foram confirmadas pela Justiça Eleitoral. Com a data do primeiro turno chegando os candidatos a prefeitos de São Luís já fizeram suas propostas de governo.

Eleições 2020: Veja o plano de governo dos candidatos a prefeito de São Luís
Eleições 2020: Veja o plano de governo dos candidatos a prefeito de São Luís (Imagens: Reprodução JC Concursos- UOL)

O cargo de prefeito de São Luís está sendo disputado por 11 candidatos e todos estão com a sua proposta de governo pronta, confira abaixo os principais pontos de cada uma delas.

As propostas de governo das eleições 2020 estão disponíveis na integra no site da divulgação de candidaturas e contas eleitorais. 

Plano de governo dos candidatos a prefeito nestas eleições 2020

Bira do Pindaré (PSB)

No seu plano de governo estão a ampliação de consultas diárias nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), implantação do projeto de renda mínima, expansão do ensino em tempo integral na rede municipal de ensino e caso seja eleito o candidato Bira promete erradicar o analfabetismo de São Luís.

Carlos Madeira (Solidariedade)

O candidato Carlos Madeira, estabeleceu no seu plano de governo algumas propostas que estão divididas em 10 pontos que envolvem a saúde, educação, cultura, turismo, gestão e governança, meio ambiente e saneamento. Além disso ele também propõe a criação de escolas e creches em tempo integral e transforma a Guarda Municipal em Polícia Civil.

Duarte Júnior  (Republicanos)

Duarte Júnior declarou na sua proposta que defende que São Luís precisa de mais foco, objetivo, estratégia, tática e execução. O candidato também pretende expandir as faixas exclusivas de ônibus e criar um programa que garante renda mínima a população de pobreza.

Eduardo Braide (Podemos)

Caso seja eleito, o candidato Eduardo Braide pretende transformar São Luís em uma cidade humana, participativa, inteligente e sustentável. Também estão inclusos no seu plano de governo a criação de creches em tempo integral e de um centro de referência de saúde.

Leia mais: Senac-MA anuncia abertura de cadastro para novos instrutores

Franklin Douglas (PSOL)

Em seu plano de governo, Franklin Douglas pretende criar um plano emergencial de empregos, reforma as escolas municipais e criar um projeto de lei que institui o passe livre aos estudantes. O candidato defende a transparência na gestão e combate a corrupção.

Hertz Dias (PSTU)

Hertz Dias pretende realizar investimentos em serviços públicos, ampliar o horário de atendimento nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), garantir vaga para todas as crianças e adolescentes nas creches e escolas municipais e eliminar as moradias que estão em situação de loteamentos clandestinos em São Luís.

Jeisael Marx (REDE)

Caso seja eleito, o candidato Jeisael pretende criar um aplicativo para agendar as consultas médicas, organizar o tráfego em avenidas e ruas, investir em setores do meio ambiente fazer uma sinalização moderna do trânsito e ampliar a Guarda Municipal.

Neto Evangelista (DEM)

O plano de governo do candidato ainda não está disponível na Justiça Eleitoral.

Rubens Pereira Junior (PCdoB)

O candidato Rubens, pretende criar um Fundo Municipal de Empregos, diversificar a ferramenta para marcar consultas, reformar e construir novas escolas municipais e ampliar a mobilidade do Bilhete Único em São Luís. Ele também defende a revisão do contrato de concessão das linhas de ônibus.

Silvio Antônio (PRTB)

Algumas das proposta do candidato Silvio Antônio são, ampliar as creches e escolas municipais, criar uma ouvidoria de saúde, revitalizar os prédios abandonos e realizar concurso público para a Guarda Municipal.

Yglésio Moyses (PROS)

Entre as suas propostas, Yglésio pretende consolidar o planejamento urbana, ampliar e qualificar a rede de transporte coletivo na capital, criar um plano setorial para minorias, revisar o Plano do Diretor Municipal, adotar políticas públicas ambientais e preservar os territórios tradicionais.

Mariana Castro é formada em Pedagogia pela Universidade Brás Cubas em Mogi das Cruzes – SP. Atualmente trabalha como professora na rede privada de ensino e dedica-se a redação do Jornal O Norte.