Emprego: 142 vagas para obras da usina termelétrica Jaguatirica II, em Boa Vista

A construção civil abriu 142 vagas de emprego através da empresa Techint Engenharia e Construção. As vagas são para técnicos que irão trabalhar na Usina Termelétrica (UTE) Jaguatirica II, em obras na região do Bom Intento, zona Rural de Boa Vista, Roraima.

Emprego: 142 vagas para obras da usina termelétrica Jaguatirica II, em Boa Vista
Emprego: 142 vagas para obras da usina termelétrica Jaguatirica II, em Boa Vista. (Imagem: Divulgação).

As pessoas interessadas devem mandar o currículo para o seguinte e- mail: recrutamento.jaguatirica@techint.com.br. A entrega do currículo pode ser feita no prédio da empresa Techint, que fica na rua Glaycon de Paiva, 401 CD, Centro. Não existe uma data limite para a entrega dos currículos. As oportunidades estarão disponíveis até serem ocupadas.

As vagas são para os seguintes cargos:

  • Montador(a) industrial – 60
  • Maçariqueiro(a) – 6
  • Mecânico(a) ajustador(a) – 10
  • Rigger – 7
  • Eletricista montador(a) – 10
  • Esmerilhador/lixador(a) – 25
  • Pintor(a) jatista – 2
  • Soldador(a) de chaparia – 1
  • Soldador(a) ER – 4
  • Soldador(a) de máquinas semiautomáticas – 3
  • Soldador(a) TIG – 11
  • Soldador(a) TIG/ER – 3

Leia mais: Mobilidade urbana: frota de Boa Vista passa a atuar com 60% da capacidade durante pandemia

A obra é de responsabilidade da empresa Companhia elétrica Eneva. A termelétrica Jaguatirca II está sendo construída no Bom Intento.

A usina termelétrica Jaguatirica II tem o intuito de produzir energia para Roraima através do gás natural no campo Azulão, situado na Bacia do Amazonas.

O combustível liquefeito para a geração energética será transportado em carretas até Boa Vista. A estimativa de retorno de investimento é de R$ 425 milhões.

Usina deve gerar emprego e renda

O empreendimento possui investimento do Governo do Estado, que aplicou R$ 1 bilhão, para o Estado. O governador Antonio Denarium disse que a construção é importante para o desenvolvimento de Roraima. Apenas na época da construção, quase mil empregos estão sendo gerados. Depois da conclusão, a estimativa é de geração de mais ocupações de maneira direta e indireta.

O governador destacou ainda que quando a empresa estiver funcionando, outros empreendimentos devem ser atraídos para o Estado e outro fator importante garantido com a indústria é a segurança energética.

A empresa Eneva foi uma ganhadora do Leilão para Suprimento a Boa Vista e Localidades Conectadas, ocorrido em maio de 2019, através da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica, em São Paulo.

Quando estiver em funcionamento, a Usina Jaguatirica II deve gerar para o Estado 132,3 megawatts de energia. Isso representa uma demanda 20% maior ao consumido anteriormente por Roraima.

Mara Rodrigues é formada em jornalismo pela Universidade Estácio de Sá com mais de 13 anos de experiência. Já atuou como repórter de economia e polícia do jornal O Estado, repórter de cotidiano da TV Diário e assessora de comunicação. Atualmente trabalha como repórter de cotidiano da TV Cidade, filiada da Record TV no Ceará e dedica-se a redação do jornal O Norte.