Minha Casa Minha Vida: Governo aponta inadimplência de mais de 20% em Alagoas

Dados divulgados pelo Governo Federal, aponta que 24% do estado de Alagoas atingiu inadimplência no programa Minha Casa, Minha Vida. O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), apontou que dos 54.369 recebedores, quase 13 mil estão em situação de inadimplência.

Minha Casa Minha Vida: Governo aponta inadimplência de mais de 20% em Alagoas
Minha Casa Minha Vida: Governo aponta inadimplência de mais de 20% em Alagoas (Imagem: Reprodução Google)

O programa Minha Casa, Minha Vida é uma iniciativa do Governo Federal para atender as famílias mais pobres do país, com renda de até R$1.800. O Governo financia cerca de 90% do valor do imóvel e os 10% podem ser divididos em até 120 prestações mensais. Os valores das prestações variam entre R$80 a R$270 por mês.

Em julho deste ano, 24% das famílias beneficiadas no programa, estavam inadimplentes com a parcela dos financiamentos.

O programa dispõe também de outras faixas de pagamento, dividas em 1, 5, e 2 que uma parte das parcelas são pagas pelo governo, e as restantes pagas pelo Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

As baixas nas contratações

Em 2010, durante o governo Lula, o programa teve o seu maior auge contando com 19.426 famílias registradas no programa. Do ano de 2018 até agora, os registros das famílias no programa caíram em 96,7% em Alagoas, e não somente na faixa 1.

No ano passado a faixa 1,5 que atendia famílias com renda de até R$2.600 teve baixa pela primeira vez. Este ano, somente 38 financiamentos foram registrados nesta faixa.

Leia mais: Saiba como realizar o cadastro para ‘Tarifa Social Baixa Renda’ em Alagoas

Pela faixa 2, o limite de renda é até R$4.000 foi que teve maior adesão desde o início do programa, também teve baixa do ano passado até este ano, cerca de 11.084 eram financiados e o numero caiu para 2.344 famílias com retratação em 78%. Este ano, somente 970 imóveis foram subsidiados.

Na faixa 3, que conta somente com menores juros nas parcelas para famílias que tem renda de até R$9.000, os números de financiamentos tiveram poucas variações. Nesta faixa, até julho deste ano foram financiadas somente 52 famílias.

No estado de Alagoas, o programa totaliza o investimento em 124.039 imóveis. Sendo divido em 63.026 na faixa 2; 54.369 na faixa 1; 4633 na faixa 1,5 e na menor faixa de numero 3, 2011 famílias beneficiadas.

Os valores das operações no estado também foram reduzidos, chegando em cerca de R$484 milhões, totalizando uma retratação de 72% referentes ao ano de 2019.

Larissa Luna é graduanda em Psicologia pela Faculdade Frassinetti do Recife (FAFIRE) e graduanda em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Como universitária, estuda analises de pesquisas feitas a partir de conceitos sociológicos e antropológicos em paralelo com a Psicologia. Atualmente dedica-se a redação do Jornal O Norte.