Pernambuco avança e inicia aulas presenciais nesta segunda (17)

Pernambuco deu mais um passo rumo à flexibilização das atividades no estado. A partir desta segunda (17), as aulas presenciais, para alunos maiores de 18 anos, tiveram sua retomada autorizada. A medida contempla cursos técnicos, profissionalizantes e de idiomas.

Pernambuco avança e inicia aulas presenciais nesta segunda (17)
Pernambuco avança e inicia aulas presenciais nesta segunda (17) (Imagem:Google)

Mas, algumas medidas são necessárias para que essas aulas possam acontecer com segurança, tanto para alunos quanto para professores, como:

  • O preenchimento de apenas 25% da capacidade do ambiente de sala de aula;
  • Apenas maiores de 18 anos estão autorizados a participar das aulas;
  • Uso de máscaras;
  • Álcool gel 70% disponível para uso;
  • Tapete sanitizante;
  • Manutenção dos ambientes bem ventilados.

Leia mais: Começou a liberação de bares e restaurantes em Recife; confira regras de funcionamento

Em conversa com o G1, Fernando Freyre, gerente escolar do Senai de Santo Amaro, que funciona no Recife, afirmou que foi necessário remodelar o laboratório para que, só então as aulas fossem retomadas.

Retomada gradual do ensino

Essa é a primeira etapa de um plano que prevê a retomada gradual do ensino. E, já na 2 etapa, prevista para 24 de agosto, será possível receber 50% dos alunos no ambiente de ensino.

Em uma terceira etapa, que ocorrerá em 31 de agosto, a capacidade para a aula presencial aumentará para 75%.

Só então, em 8 de setembro espera-se que seja possível atender a 100% dos alunos no ensino presencial.

Plano de Retomada da Economia do estado de Pernambuco

Essa retomada do ensino presencial faz parte do Plano de Monitoramento e Convivência com a Covid-19 do estado de Pernambuco, que teve início no dia 8 de junho com a retomada parcial dos setores de construção civil e o comércio atacadista. O plano do governo pernambucano foi organizado para durar 11 semanas, então acontecerá a retomada total da economia que é organizado por regiões e há a separação em 32 áreas.

Quanto a educação, duas são as recomendações para quando os 100% forem atingidos. Como exemplo:

  • Uso reduzido do ambiente de sala de aula;
  • Possível revesamento de alunos, quando necessário.

Quanto às pessoas do grupo de risco, é importante que seja comunicado a instituição a condição do aluno, porque ainda há riscos de contaminação, para que o caso seja analisado e a melhor medida para ele seja tomada.

Facebook Comments

Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha com professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora do jornal O Norte.