Réveillon 2021 CANCELADO em Porto Seguro? Descumprimento pode gerar MULTA

O Réveillon 2021 em Porto Seguro, na Bahia, está cancelado e o descumprimento pode acarretar multa. A decisão foi tomada pela juíza substituta Zandra Anunciação Alvarez Parada. A multa pode chegar até R$ 300 mil. O município está proibido de facilitar, permitir, viabilizar ou qualquer ação neste âmbito no que se refere às festas de final de ano.

Réveillon 2021 CANCELADO em Porto Seguro? Descumprimento pode gerar MULTA
Réveillon 2021 CANCELADO em Porto Seguro? Descumprimento pode gerar MULTA (Imagem: Reprodução / Google)

O cancelamento das festividades de final de ano tem a ver com a pandemia do novo coronavírus. Com o intuito de diminuir a velocidade de propagação das doenças, muitas cidades estão anunciando a suspensão das comemorações este ano.

Apesar de ser um dos momentos que mais movimentam a economia, o turismo e ser alguns dos motivos de mais comemoração entre os brasileiros, o Réveillon 2021 tem tudo para ser mais intimista.

A queima de fogos, os shows, os eventos ao vivo direcionados ao grande público vão ficar para 2022. Outra razão que fez com que as autoridades fossem mais incisivos na decisão, é a ameaça de segunda onda de contaminação. A quantidade de mortes crescem diariamente e já faltam leitos clínicos e de UTI em algumas cidades brasileiras.

Leia mais: Fim do Programa Nota Salvador? Prefeitura toma NOVA decisão para 2021

Foi pensando nisso, que a decisão de cancelamento estendeu para Porto Seguro. Por ser um dos locais mais escolhidos no Brasil, seja devido às belas praias ou pela fama que a cidade representa, Porto Seguro está na lista dos lugares preferidos para as festividades.

Com o anúncio judicial de proibição de festividades e estabelecimento de multas, a juíza responsável pela decisão ainda avisa que, se necessário, forças policiais serão usadas.

De acordo com o que foi estabelecido, as festas de qualquer natureza, independente se for um evento público ou privado estão proibidas. A quantidade de pessoas no evento também não interfere na mudança de opinião judicial.

Leia mais: CNH Social: Confira os estados do Norte e Nordeste que oferecem o programa

A opinião da justiça foi acionada devido a declaração do prefeito eleito de Porto Seguro, Jânio Natal (PL), afirmando que após tomar posse iria liberar a realização de eventos.

O Governador da Bahia, Rui Costa, já havia liberado um decreto anunciando a proibição das festas em todo o estado. O documento vai permanecer em vigor até dia 04 de janeiro.

Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do Jornal O Norte traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.