Roraima abre processo seletivo com 700 vagas emprego para de professores

A Seed-RR (Secretaria Estadual de Educação de Roraima) abriu processo seletivo simplificado para a contratação de 700 professores temporários, mais cadastro reserva, para atuarem nos ensinos fundamental e médio e na modalidade EJA (Educação de Jovens e Adultos). As vagas são para a capital e interior do estado.

Roraima abre processo seletivo com 700 vagas emprego para de professores (Imagem: Divulgação/IFRR)
Roraima abre processo seletivo com 700 vagas emprego para de professores (Imagem: Divulgação/IFRR)

São ofertadas 250 vagas para Boa Vista e 450 para o interior, para que os docentes exerçam atividades como o planejamento e ministração das aulas, mediação de aprendizagem nas aulas, desenvolvimento de estratégias de recuperação paralela ou de reforço de aprendizagem, entre outras.

Leia mais: SENAC abre inscrições para mais de 3.4 mil vagas em cursos gratuitos no DF

Os candidatos devem ter Licenciatura Plena concluída nas seguintes áreas do conhecimento para realizar a inscrição:

  • Artes;
  • Ciências/ciências biológicas;
  • Educação física;
  • Ensino religioso;
  • Filosofia;
  • Física;
  • Geografia;
  • História;
  • Língua espanhola;
  • Língua inglesa;
  • Língua portuguesa;
  • Matemática;
  • Química;
  • Sociologia.

As inscrições serão feitas presencialmente – veja locais abaixo – e começam nesta quinta-feira (14), ficando disponíveis até o dia 18 de janeiro.

Além dos documentos exigidos no edital, no ato da inscrição será exigida a obrigatoriedade do uso de máscaras, distanciamento e uso de álcool em gel como medida de proteção e diminuição do risco de contágio e disseminação do novo coronavírus.

Leia mais: Concurso 2021 da Polícia Militar de São Paulo lança edital com 2,7 MIL vagas

A seleção dos candidatos será feita por meio da avaliação de títulos como, habilitação profissional, titulação e formação complementar e tempo de serviço.

Os contratados receberão salários que variam de R$ 1.483,45 a R$ 3.782,94, para o cumprimento de carga horária que varia de 16 horas a 30 horas semanais, incluindo horas para docência em sala de aula e de trabalho pedagógico na unidade escolar a serem definidas pelo Departamento de Recursos Humanos da SEED-RR, no ato da contratação.

É apontado em edital que, para fins de cumprimento de carga horária contratual, o professor substituto contratado poderá vir a atuar em mais de uma escola e turnos de acordo com a necessidade.

Veja as vagas em Roraima por município

Boa Vista – 250
Boa Vista (zona Rural) – 12
Alto Alegre – 25
Amajari – 25
Bonfim – 21
Cantá – 67
Caracaraí – 58
Caroebe – 27
Iracema – 14
Mucajaí – 54
Normandia – 11
Pacaraima – 19
Rorainópolis – 53
Rorainópolis (baixo Rio Branco) – 18
São João da Baliza – 21
São Luiz – 14
Uiramutã – 11

Consulte o endereço dos locais de inscrições

Alto Alegre: Escola Estadual Geraldo da Silva Pinto – Avenida Santo Amaro, s/n – Centro – 69.350 – 000 – Alto Alegre – RR

Amajari: Escola Estadual Indígena Santa Luzia – Comunidade Três Corações – Centro 69.343 – 000 – Amajari – RR

Boa Vista: CEFORR – Av. Presidente Castelo Branco, 668 – Calungá – 69.303 – 035 – Boa Vista-RR

Boa Vista: Escola Estadual Monteiro Lobato – Av. Capitão Ene Garcez, 1506 – Centro69.301-160 – Boa Vista – RR

Bonfim: Colégio Estadual Militarizado José Aldébaro de Alcântara – Rua Castro Alves, s/n – Centro – 69.380 – 000 – Bonfim – RR

Cantá: Escola Estadual Otília Sousa Pinto – Vila União 69.390 – 000 – Cantá – RR

Iracema: Escola Estadual Dom Pedro IIRua Izidoro Rodrigues, s/n – Centro – 69.348 – 000 – Iracema – RR

Rorainópolis: Colégio Estadual Militarizado Tenente João de Azevedo Cruz – CEM XV – Avenida Brasil, BR-174, Km 427 – Nova Colina – 69.373 – 000 – Rorainópolis – RR

Rorainópolis: Colégio Estadual Militarizado Tenente João de Azevedo Cruz – CEM XV – Avenida Brasil, BR-174, Km 427 – Nova Colina – 69.373 – 000 – Rorainópolis – RR

São Luiz: Escola Estadual Alan Kardec Dantas Haddad – Avenida Macapá, BR 210 s/n – Centro – 69.370 – 000 – São Luiz – RR

Jornalista graduada pela FAPCOM (Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação). Foi repórter do site MigraMundo e Startupi, atuou na comunicação de ONG e em assessoria de imprensa. Atualmente trabalha como jornalista freelancer e redatora do Jornal O Norte.