Seguro-desemprego: Veja PASSO A PASSO como solicitar o benefício pela internet

Sendo um benefício de seguridade social garantido por Lei Constitucional a pessoas desempregadas, o Seguro-Desemprego é concedido para dar assistência financeira ao trabalhador que foi dispensado involuntariamente. Agora, durante o período em que o país ainda se encontra em estado de calamidade devido à pandemia da Covid-19, os pedidos vêm sendo atendidos por telefone, internet ou pela Carteira de Trabalho Digital.

Seguro-desemprego: Veja PASSO A PASSO como solicitar o benefício pela internet(Foto: Minne Santos)
Seguro-desemprego: Veja PASSO A PASSO como solicitar o benefício pela internet(Foto: Minne Santos)

Para ter acesso ao recebimento do valor temporário, os trabalhadores dispensados precisam atender a alguns requisitos. De acordo com o portal Emprega Brasil, do Ministério do Trabalho, são eles:

  • Ter sido dispensado sem justa causa;
  • Estar em situação de desemprego, quando do requerimento do benefício;
  • Tenha recebido salários de pessoa jurídica ou pessoa física equiparada à jurídica (inscrita no CEI) relativos a pelo menos 12 meses nos últimos 18 meses, nove meses nos últimos 12 meses imediatamente anteriores à data de dispensa, quando da segunda solicitação e cada um dos seis meses imediatamente anteriores à data de dispensa, quando das demais solicitações.
  • Não possuir renda própria para o seu sustento e de sua família;
  • Não estar recebendo benefício de prestação continuada da Previdência Social, exceto pensão por morte ou auxílio-acidente.

Atendimento pela internet

Seguindo explicações do portal Emprega Brasil, a partir de 21 de novembro, o trabalhador poderá fazer o pedido imediatamente pela internet assim que receber a documentação para encaminhar o Seguro-Desemprego, do qual o interessado já terá acesso ao preenchimento do formulário online. O prazo de 30 dias para receber o benefício começará a contar a partir deste momento.

Mas, ainda assim, será necessário agendar uma visita ao posto de atendimento para finalizar a solicitação. A promessa feita pelo órgão é que, com o cadastro online, o tempo de permanência nas agências será reduzido.

Como cadastrar para receber o seguro-desemprego

As solicitações do benefício serão feitas pelo site Emprega Brasil, neste link. É preciso se cadastrar no site para seguir com os procedimentos. Será necessário informar dados pessoais ao clicar em “Cadastrar”.

Essas informações serão validadas no Cadastro Nacional de Informações Sociais (Cnis). Caso estejam corretas, o trabalhador será direcionado a responder um questionário com cinco perguntas sobre seu histórico profissional. O trabalhador receberá uma senha provisória que deverá ser trocada no primeiro acesso.

Apenas após ter o cadastro validado no site é que o interessado poderá solicitar o Seguro-Desemprego. O cadastro está dividido em oito páginas com informações pessoais, profissionais, acadêmicas, vagas de emprego e cursos de qualificação disponíveis. Ao finalizar o preenchimento de cada página, o próprio programa direciona o trabalhador automaticamente para a página seguinte.

Leia mais: Ministério Público do Trabalho divulgou novas regras para a modalidade home office

Dentro das opções que serão apresentadas, o trabalhador precisa optar por “solicitar o benefício do Seguro-Desemprego”. Basta agendar o atendimento presencial para confirmar o cadastro e aguardar a liberação das parcelas, caso esteja dentro dos conformes e dos requisitos para recebimento – o que pode acontecer após 30 dias do preenchimento do documento pela internet.

De acordo com informações do Emprega Brasil, se a data para o atendimento presencial ultrapassar o prazo de 30 dias, a emissão da parcela ocorrerá na semana seguinte ao atendimento.

Jornalista graduada pela FAPCOM (Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação). Foi repórter do site MigraMundo e Startupi, atuou na comunicação de ONG e em assessoria de imprensa. Atualmente trabalha como jornalista freelancer e redatora do Jornal O Norte.