Veja AQUI como saber se você está inscrito no CadÚnico do Governo Federal

Diversos programas e benefícios sociais do Governo Federal utilizam o CadÚnico para selecionar as famílias que serão beneficiadas, no entanto, é preciso se inscrever no Cadastro Único caso queira ser beneficiado. Veja abaixo como verificar se você já está inscrito.

Veja AQUI como saber se você está inscrito no CadÚnico do Governo Federal
Veja AQUI como saber se você está inscrito no CadÚnico do Governo Federal (Imagem: Reprodução N1)

Pelo Site

Para saber se o seu nome já está no CadÚnico acesso este site: https://meucadunico.cidadania.gov.br/meu_cadunico/. Ao entrar na página você encontrará um formulário para preencher o nome completo, data de nascimento, o nome da mãe e selecionar o estado e o município onde que você mora. Feito isso clique em “Emitir” e logo em seguida já irá aparecer se o seu nome está ou não no CadÚnico.

Aplicativo CadÚnico

Caso você tenha o aplicativo Meu CadÚnico em seu celular, você também pode realizar a pesquisa por lá. O primeiro passo é acessar o aplicativo e clicar em “entrar”, em seguida inserir as informações do seu nome completo, data de nascimento, nome da mãe e estado. Realizado esses passos as informações da sua situação cadastral aparecerá logo em seguida.

Leia mais: Auxílio Emergencial: Veja o calendário completo do benefício de R$ 300

Consulta Telefônica

O Ministério disponibilizou um canal de atendimento também por telefone. O seu uso é exclusivo para tirar dúvidas do CadÚnico. O número é o 0800 707 2003, ao ligar neste número você precisa selecionar a opção 5. Você pode ligar pelo celular ou telefone fixo, a ligação é gratuita.

Os horários de atendimento são:

  • 07h às 19h de segunda a sexta-feira.
  • 10h às 16h nos finais de semana e feriados nacionais e durante o Calendário de Pagamento do Bolsa Família.

O CadÚnico é um meio de conjunto para o Governo Federal obter informações sobre as famílias brasileiras em situação de pobreza e de extrema pobreza. Essas informações são utilizadas também pelos Estados e Municípios a fim de implementar políticas públicas promovendo a melhoria de vida dessas famílias.

Para realizar o seu cadastro é preciso procurar o CRAS – Centro de Referência em Assistência Social no município e solicitar o cadastramento da sua região. Para que a família consiga realizar o cadastro, elas precisam:

  • Ter uma pessoa responsável pela família para responder às perguntas do cadastro. Essa pessoa deve fazer parte da família, morar na mesma casa e ter pelo menos 16 anos;
  • Para o responsável pela família, de preferência uma mulher, é necessário o CPF ou Título de Eleitor;
  • Exceção: no caso de responsável por famílias indígenas e quilombolas, pode ser apresentado qualquer um dos documentos abaixo. Não precisa ser o CPF ou o Título de Eleitor.

Mariana Castro é formada em Pedagogia pela Universidade Brás Cubas em Mogi das Cruzes – SP. Atualmente trabalha como professora na rede privada de ensino e dedica-se a redação do Jornal O Norte.