Veja previsão do NOVO valor para o salário mínimo 2021

A previsão do aumento do novo salário mínimo 2021 será de apenas R$ 22,00, comparado com o valor deste ano R$ 1.045,00. Caso essa especulação do valor esteja correta, os segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) não serão favorecidos.

Veja previsão do NOVO valor para o salário mínimo 2021
Veja previsão do NOVO valor para o salário mínimo 2021 (Imagem: Reprodução O Globo)

Benefícios previdenciários prejudicados

O reajuste do salário mínimo é feito anualmente com base nas variáveis da inflação. Para o próximo ano de 2021, o Governo Federal fez um reajuste de 2,10% ficando no valor de R$ 1.067,00.

Esse reajuste modifica o salário dos trabalhadores, aposentados, pensionistas e também de outros benefícios previdenciários. Os segurados dos INSS serão prejudicados, já que esse aumento não será suficiente, pois, o teto máximo irá deixar de ser R$ 6.101,06 para R$ 6.229,18.

Todo os pagamentos concedidos pelos benefícios do INSS tem como base o salário mínimo. Isso justificativa um dos motivos pelos quais o Governo Federal não quer aumentar o piso nacional, pois, quanto maior for o aumento maior será a sua folha de pagamento, também.

É válido ressaltar que, mesmo que pagamento desses benefícios tenha como base o valor do piso nacional, não é obrigatório conceder o valor integral, pois o cálculo varia conforme a situação previdenciária de cada segurado.

Leia mais: Cálculo do 13º salário: Quanto VOCÊ vai receber na primeira parcela?

Reajuste do salário mínimo

O reajuste do salário mínimo para o ano posterior, é baseado nas variáveis da inflação do ano anterior. Porém, ao observarmos a crise econômica deste ano de 2020 ocasionada pela pandemia do novo coronavírus, justifica-se que a oferta do novo salário mínimo não será suficiente.

Com base nas pesquisas realizadas, o pagamento do piso precisa ser cinco vezes superior ao valor que está sendo concedido. Os cálculos analisados por esse mesmo estudo, mostrou que o valor da cesta básica deste ano foi o mais alto da história.

O Governo Federal deu como justificativa que este ano não apenas a população brasileira passa por crise, mas a gestão pública também está sofrendo as consequência da calamidade pública. Além do mais, como eles ressaltaram, o Governo não tem recursos em caixa para promover um reajuste maior do que já foi proposto no salário mínimo de 2021. Caso seja aprovado o no valor entrará em vigor em fevereiro de 2021.

Mariana Castro é formada em Pedagogia pela Universidade Brás Cubas em Mogi das Cruzes – SP. Atualmente trabalha como professora na rede privada de ensino e dedica-se a redação do Jornal O Norte.