Alta nos preços em São Luis, IBGE registra aumento de 0,57%

Após três meses consecutivos de deflação, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de julho, em São Luís, registrou elevação de 0,57%. Todas as 16 regiões pesquisadas pelo IBGE tiveram quadro inflacionário e a capital maranhense teve a quinta maior inflação dentre elas.

Alta nos preços em São Luis, IBGE registra aumento de 0,57%
Alta nos preços em São Luis, IBGE registra aumento de 0,57% (Imagem: Reprodução Google)

Os índices mais elevados de inflação foram detectadas em Rio Branco (0,75%), Campo Grande (0,73%), Belém (0,72%), Salvador (0,62%) e São Luís (0,57%). Em contrapartida, a Região Metropolitana de Vitória teve o menor IPCA, 0,21%.

De acordo com o Conselho Monetário Nacional (CMN) a meta inflacionária definida é de 4% no ano de 2020, podendo variar 1,5 ponto percentual (p.p.) para cima ou 1,5 p.p. para baixo. Contudo, tanto o IPCA de São Luís quanto o IPCA do Brasil continuam abaixo do definido. 

No acumulado do ano, em São Luís, ainda prevalece quadro de deflação no ano de 2020, -0,08%, e, no Brasil, há uma acumulação de elevação de preços na casa de 0,46%, bem abaixo do viés inferior da meta determinada pelo CMN, que é de 2,5%. 

Aliás, o acumulado de 12 meses, tanto para São Luís, 1,54%, quanto para Brasil, 2,31%, continua abaixo desse viés menor da meta inflacionária (2,5%).

No total, foram pesquisados nove grupos de despesas. Em São Luís, seis apresentam inflação, confira na lista a seguir: 

  • Habitação (2,04%)
  • Transportes (1,0%)
  • Saúde e cuidados pessoais (0,46%) 
  • Alimentação e bebidas (0,26%)
  • Artigos de residência (0,14%)
  • Aespesas pessoais (0,04%). 

Em contrapartida, os grupos vestuário (-0,15%), educação (-0,10%) e comunicação (-0,39%) apresentaram comportamento deflacionário.

Além disso, os grupos de despesas habitação e transportes foram os que apresentaram maior elevação de preço em julho, com impactos de 0,30 p.p. e 0,18 p.p., respectivamente.

Como  o cálculo funciona

O IPCA é calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística desde 1980 e se refere às famílias com rendimento monetário de 1 a 40 salários mínimos, qualquer que seja a fonte. 

Leia mais: IBGE registra queda no número de contribuintes da previdência social

São 16 regiões abrangidas pelo cálculo, sendo elas: dez regiões metropolitanas, bem como os municípios de Goiânia, Campo Grande, Rio Branco, São Luís, Aracaju e de Brasília. 

Por fim, para realizar o cálculo do índice do mês de julho/2020, foram comparados os preços coletados no período de 1° a 28 de julho de 2020 (referência) com os preços vigentes no período de 29 de maio a 30 de junho de 2020 (base).

Devido a pandemia do coronavírus, a coleta presencial dos preços foi suspensa pelo IBGE. Dessa forma, a coleta está sendo através de pesquisas realizadas em sites de internet, por telefone ou por e-mail. 

 

Facebook Comments