Após redução de funcionamento por causa do COVID-19, Metrô do Recife amplia horário de operação

A Companhia Brasileira de Trens Urbanos afirmou que nesta quinta-feira (30), as linhas de Metrô de Recife obtiveram uma ampliação no horário de funcionamento. O novo horário vai ser das 5h30 até 21 h e o principal intuito será aumentar em 35% a capacidade de circulação de pessoas que foi reduzida por causa do COVID-19.

Após redução de funcionamento por causa do COVID-19, Metrô do Recife amplia horário de operação
Após redução de funcionamento por causa do COVID-19, Metrô do Recife amplia horário de operação. (Imagem: Reprodução Google)

A Linha Diesel também retornou as atividades com o horário de 5h30 às 20 h. Já o ramal Cajueiro Seco/ Curado mantém as atividades paradas sem previsão de volta.

Recife passa pelo momento de flexibilização da quarentena, com retorno das atividades e se adequa à sexta fase de reabertura do comércio pós COVID-19.

Demora nas estações

A demora no cumprimento dos horários previstos pela estação é um dos problemas mais citados pelos usuários do metrô, como declarado abaixo:

De manhã é bastante complicado. Eu pego a Estação Werneck e demoro mais de 40 minutos para chegar na Estação Joana Bezerra”,  relata um passageiro à equipe do Bom dia Pernambuco.

De acordo com o assessor de comunicação da CBTU, Salvino Gomes, a demora dos metrôs também é em virtude dos constantes roubos dos cabos das estações.

Leia mais: Entenda o selo “Pernambuco Seguro”, criado pelo governo do estado para empresas de turismo

Com o roubo de fiação, o sistema fica ainda mais lento podendo diminuir a velocidade do metrô em até 50% saindo de 36 para 17 km/h. A Polícia Federal está ciente do problema e trabalhando junto à Companhia Brasileira de Trens Urbanos.

A redução de velocidade dos trens acontece principalmente quando existe roubo de cabo. É um problema constante que atrapalha todo o funcionamento do metrô. Existe agora inclusive uma parceria nossa com a Polícia Federal para investigar isso” explica Salvino Gomes.

Apesar de todo o sistema de segurança existente no local, os delitos ainda acontecem. As câmeras filmaram o roubo de 160 metros de cabos.

A gente tem equipes de seguranças para monitorar os trilhos e evitar transtornos, mas temos que tirá-los da segurança feita nas estações. É um grande problema”, finalizou.

Frota de ônibus em Recife

Os usuários do transporte coletivo seguem reclamando da demora dos ônibus na Grande Recife. Apesar da flexibilização da quarentena e do retorno às atividades, a frota continua em 70% e causa bastante transtorno na capital.

É muita demora, a gente estava trabalhando no Pina, pega de Boa Viagem para cá e queimam, vem cheio. Chego a esperar uns 50 minutos”, destacou um passageiro que não quis se identificar.