Auxílio emergencial: Caixa libera saques das últimas parcelas para ESTE grupo

Nesta quarta-feira (6), foi liberado pela CEF (Caixa Econômica Federal) os saques e as transferências do auxílio emergencial aos trabalhadores nascidos em abril e que nāo fazem parte do Bolsa Família. São cerca de 3,4 milhões de pessoas beneficiadas com as quantias restantes do programada que foi encerrado em dezembro de 2020.

Auxílio emergencial: Caixa libera saques das últimas parcelas para ESTE grupo (Imagem: André Melo Andrade/Myphoto Press/Estadão Conteúdo)
Auxílio emergencial: Caixa libera saques das últimas parcelas para ESTE grupo (Imagem: André Melo Andrade/Myphoto Press/Estadão Conteúdo)

O pagamento desta quarta é para os trabalhadores que receberam os créditos em poupança social digital nos ciclos 5 e 6 de pagamento do benefício.

A Caixa criou um calendário específico para os beneficiários que já receberam o auxílio emergencial, mas ainda estão aguardando o saque, dando acesso aos aprovados que aguardam o dinheiro em espécie. Os saques acontecerão de segunda-feira, quarta-feira e sexta-feira, sem funcionamento aos finais de semana.

Leia mais: Conheça TRÊS formas de ANTECIPAR o auxílio emergencial e FGTS em 2021

O calendário de liberação segue até 27 de janeiro, os créditos das últimas parcelas do benefício se encerraram no último dia 29 de dezembro. Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial ou pelo site do auxílio na Caixa.

Veja quem poderá sacar o auxílio emergencial nesta quarta

trabalhadores do Cadastro Único e inscritos via site e app, nascidos em abril – poderão sacar as parcelas que foram creditadas em poupança social digital nos dias 27 de novembro e 16 de dezembro.

Até o dia 27 de janeiro, mais beneficiados pelo programa receberão a quantia referente ao auxílio. A próxima liberação será no dia 11 de janeiro. Após isso, os saques do auxílio emergencial seguirão sendo liberados até 27 de janeiro. As próximas liberações acontecerão aos nascidos em junho (13 de janeiro), julho (15), agosto (18), setembro (20), outubro (22), novembro (25) e dezembro (27).

Leia mais: CRLV, CRV e TUDO o que muda relação aos documentos do Detran em 2021

Prorrogação do auxílio em 2021

Para este ano, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) não pretende incluir os gastos com o programa no orçamento público. No último dia 30 de dezembro, o chefe de Estado declarou que o benefício não seria prorrogado em 2021. Bolsonaro afirmou que o país chegou ao limite por se endividar com o programa de benefício concedido à população trabalhadora autônoma durante o ano de 2020.

Bolsonaro afirmou que o país chegou ao limite por se endividar com o programa de benefício concedido à população trabalhadora autônoma durante o ano de 2020.

Jornalista graduada pela FAPCOM (Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação). Foi repórter do site MigraMundo e Startupi, atuou na comunicação de ONG e em assessoria de imprensa. Atualmente trabalha como jornalista freelancer e redatora do Jornal O Norte.