Bolsa Família 2021: Veja aqui QUEM poderá continuar recebendo o benefício

O Bolsa Família 2021 terá uma nova proposta que será apresentada em dezembro pela equipe econômica do Governo Federal. Com a nova proposta, mais famílias poderão ingressar no programa social e também alguns benefícios extra serão incluídos.

Bolsa Família 2021: Veja aqui QUEM poderá continuar recebendo o benefício
Bolsa Família 2021: Veja aqui QUEM poderá continuar recebendo o benefício (Imagem: Jornal O Norte)

Novas regras do Bolsa Família em 2021

Desde que entrou no Governo, o presidente Jair Bolsonaro estava estudando implementar um novo programa social para substituir o Bolsa Família. Conforme foi divulgado esses programas seriam o Renda Brasil e o Renda Cidadã, no entanto, eles foram cancelados por algumas indefinições.

Sendo assim o Governo Federal vem preparando uma proposta para ampliar o Bolsa Família em 2021. O objetivo é criar o auxílio-creche, que será um incentivo para as crianças e os bons estudantes que se destacarem nas áreas de ciências e tecnologia e atividades esportivas e os outros benefícios abaixo.

  • Auxílio-creche mensal de R$ 52 por criança;
  • Prêmio anual de R$ 200 para os melhores estudantes;
  • Bolsa mensal de R$ 100, mais um prêmio anual de R$ 1.000 para alunos destaques em ciência e tecnologia; e
  • Bolsa mensal de R$ 100, mais um prêmio anual de R$ 1.000 para alunos que se destacarem em atividades esportivas.

Leia mais: Bolsa Família em 2021 vai reunir novas regras, aumento do pagamento e bonificação EXTRA

Bolsa Família 2021

O bolsa família é um programa de transferência direta de renda, direcionado às famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza em todo o País, de modo que consigam superar a situação de vulnerabilidade e pobreza. Ele busca  garantir a essas famílias o direito à alimentação e o acesso à educação e à saúde. Em todo o Brasil, mais de 13,9 milhões de famílias são atendidas pelo Bolsa Família.

Quem pode participar do programa

O programa social é constituído por famílias que vivem em situação de pobreza ou de extrema pobreza. As famílias extremamente pobres são aquelas que têm renda mensal de até R$ 89,00 por pessoa. Já as famílias pobres são aquelas que têm renda mensal entre R$ 89,01 e R$ 178,00 por pessoa.

As famílias pobres participam do programa, desde que tenham em sua composição gestantes e crianças ou adolescentes entre 0 e 17 anos. Para se candidatar ao programa, é necessário que a família esteja inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, com seus dados atualizados há menos de 2 anos.

Mariana Castro é formada em Pedagogia pela Universidade Brás Cubas em Mogi das Cruzes – SP. Atualmente trabalha como professora na rede privada de ensino e dedica-se a redação do Jornal O Norte.