BPC, PIS/PASEP e INSS 2021: Confira quais benefícios terão AUMENTO de valor

O salário mínimo sofrerá alteração em 2021. O valor atual é R$ 1.045 e tudo indica que passará para R$ 1.087,85. Apesar da mudança não cumprir com o esperado, o novo valor favorece o aumento de benefícios como o BPC, os abonos salariais de PIS/PASEP, seguro-desemprego e piso no Instituto Nacional de Seguro Social (INSS).

BPC, PIS/PASEP e INSS 2021: Confira quais benefícios terão AUMENTO de valor
BPC, PIS/PASEP e INSS 2021: Confira quais benefícios terão AUMENTO de valor (Imagem: Montagem/Jornal O Norte)

Os reajustes salariais têm participação ativa do INPC (Índice Nacional de Preços do Consumidor) que terá um aumento percentual 4,10%. Inicialmente, a proposta de aumento era menor do que o valor divulgado.

A ideia inicial era que o valor seria R$ 1067. Contudo, se aprovado pelo Congresso, o piso não teria um aumento significativo pela segunda vez consecutiva.

Leia mais: Pretende dar entrada na aposentadoria INSS em 2021? Veja as NOVAS regras!

Os reajustes seguem o Projeto da Lei Orçamentária Anual (LOA). Essa é lei a que administra a receita e as despesas executadas no ano posterior. A proposta inicial parte do Presidente da República e depois a ideia segue para o Congresso para que haja a decisão.

Os estudos das despesas para o ano subsequente realiza o diagnóstico sobre a necessidade de despesas acima do previsto por meio de créditos especiais. Estes são liberados em situação de calamidade pública, guerras, pandemias ou qualquer circunstância que necessite de ação direta e um socorro efetivo à população.

O aumento estabelecido de R$22 deve ser reposto  na inflação de 2020 em um índice de 2,09%. O valor do salário mínimo, segundo esses percentuais, ficará sem aumento significativo em 2021.

Conheça os benefícios

BPC

O Benefício de Prestação Continuada é uma ajuda assistencial oferecidas à pessoas com deficiência que compõem o grupo de pessoas com deficiência ou idosos que estão em condição de vulnerabilidade econômica.

O valor do benefício é de um salário mínimo e não é necessário ter contribuído com Previdência Social para ser assistido pelo programa. A solicitação deve ser feito por meio do CRAS do seu município por meio do CadÚnico. Este é um cadastro realizado com o intuito de detectar famílias de baixa renda e redirecionar ao benefício de acordo com o perfil estabelecido pelo Governo Federal.

Seguro-desemprego

Este é um valor pago à trabalhadores que foram demitidos sem justa causa e precisam de um subsídio até encontrar uma outra atividade laboral. O cálculo pago depende do salário recebido nos três meses antes da demissão.

O benefício pode ser pago em outras circunstâncias. Pessoas que praticam atividade pesqueira e estão sem condições de exercer a função em período de defeso, trabalhadores resgatados em regime de escravidão ou que estão em processo de qualificação e em virtude disso, houve a necessidade de afastamento das atividades.

Leia mais: Auxílio emergencial: Governo dá NOVOS prazos para CONTESTAR cancelamento; confira

Pis/Pasep

São abonos salariais pagos para trabalhadores de empresas públicas ou privadas. O Pis é pago pela Caixa, já o Pasep tem o pagamento sobre responsabilidade do Banco do Brasil.

Para receber, é necessário comprovação de pelo menos 30 dias em uma atividade regulamentada pela CLT.

 

Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do Jornal O Norte traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.