CadÚnico libera acesso a MAIS de 20 programas sociais em 2021; cadastre-se

O Cadastro Único (CadÚnico) é o programa do Governo Federal que identifica famílias de baixa renda. O sistema permite o registro de características da residência, identificação e escolaridade de cada pessoa que mora na casa e situação de trabalho e renda, além de outras informações. O objetivo é mapear a realidade socioeconômica brasileira e oferecer assistência.

CadÚnico libera acesso a MAIS de 20 programas sociais em 2021; cadastre-se
CadÚnico libera acesso a MAIS de 20 programas sociais em 2021; cadastre-se. (Imagem: Divulgação Prefeitura de Paulista-PE)

O cadastro permite o acesso a diversos programas sociais, como Bolsa Família, CNH Social, Minha Casa Minha Vida e Carteira do Idoso e está ampliando o leque de serviços para 2021. As informações permitem que governos municipais, estaduais e federal projetem a implementação de políticas públicas.

Programas disponíveis pelo CadÚnico em 2021

Para se cadastrar, o cidadão deve ter renda de até um salário mínimo por pessoa ou três salários mínimos de renda mensal total por família.

O cadastro é realizado pelos Centros de Referência em Assistência Social (CRAS) dos municípios.

A partir de 2021, os dados dos inscritos no programa serão utilizados de base para selecionar quem podem se beneficiar dos programas:

  • Água para Todos;
  • Bolsa Família;
  • Minha Casa, Minha Vida;
  • Benefício de Prestação Continuada (BPC);
  • Bolsa Verde – Programa de Apoio à Conservação Ambiental e Bolsa Estiagem;
  • Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI);​
  • Fomento às atividades produtivas rurais / assistência técnica e extensão rural;
  • Programa Nacional de Reforma Agrária;
  • Programa Nacional de Crédito Fundiário;
  • Programa Brasil Alfabetizado;
  • Carteira do idoso;
  • Crédito instalação;
  • Identidade Jovem (ID Jovem);
  • Carta Social;
  • Exame Nacional do Ensino Médio (Enem);
  • Aposentadoria para pessoa de baixa renda;
  • Programa Brasil Carinhoso;
  • Programa de Cisternas;
  • Telefone Popular;
  • Pro Jovem Adolescente;
  • Tarifa Social de Energia Elétrica;
  • Passe Livre para pessoas com deficiência;
  • Isenção de pagamento de taxa de inscrição em concursos públicos;

Leia mais: 13° salário, FGTS e abono PIS/PASEP poderão ser antecipados em 2021

Após o cadastramento da família, é importante manter os dados sempre atualizados. Sempre que alguma informação for alterada, como nascimento de um filho, mudança de casa ou de trabalho ou quando alguém deixar de morar na residência, o responsável familiar deve procurar o CRAS e alterar os dados. Outras informações estão disponíveis no site do Ministério da Cidadania.

Mônica Chagas Ferreira é mestranda em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e formada em Jornalismo pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Como pesquisadora, estuda Análise do Discurso na perspectiva foucaultiana, contemplando relações de saber, poder e política presentes na mídia. Enquanto jornalista, já atuou em rádios e veículos impressos. Atualmente trabalha como assessora de comunicação e redatora do Jornal O Norte.