CNH Social 2021: Afinal, quem pode se candidatar no programa gratuito?

O programa CNH Social 2021 possibilita que todas as pessoas que vivem em situação de pobreza ou extrema pobreza consigam tirar a sua Carteira Nacional de Habilitação-CNH gratuita. Como o projeto é custeado pelo pelo governo do Estado, não são todos os estados que estão aderindo-o, sendo assim, é importante você pesquisar sobre o seu estado local.

CNH Social 2021: Afinal, quem pode se candidatar no programa gratuito?
CNH Social 2021: Afinal, quem pode se candidatar no programa gratuito? (Imagem: Reprodução Google)

Inscrições

As inscrições são feitas no site do seu estado, por exemplo, Detran Ceará. Os candidatos precisam preencher seus dados pessoais no sistema, o que inclui também o número de cadastro do CadÚnico, cadastro esse em que o Governo Federal tem informações sobre as famílias quem vivem em situação de extrema pobreza e pobreza no país.

Quem pode se inscrever no CNH Social 2021

Os candidatos devem ser maiores de 18 anos, residentes do estado em que estão candidatando-se, ter renda familiar de até dois salários mínimos e não estar judicialmente proibido de possuir CHN. É necessário também que os candidatos tenham registrado no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal- CadÚnico e com os dados atualizados nos últimos 24 meses.

Categoria CNH

As vagas da CNH Social 2021, são para os candidatos que irão tirar sua primeira habilitação nas categorias A (moto) ou B (carro). Além do mais, condutores já habilitados que queriam fazer a mudança de categoria D (van, micro-ônibus e ônibus) ou E (caminhão e carreta) e adicionar as categoria A ou B, também estão inclusos nas vagas.

Leia mais: PIS/PASEP 2020 e 2021: Quem já pode sacar o benefício? Confira calendário completo!

Cota

Em todas as vagas 5% são destinadas para os candidatos com algum tipo deficiência, no entanto, essa deficiência não poderia está inclusa nos tipos de deficiência que impeça em obter a CNH na legislação de trânsito vigente. Além disso, todas as informações precisariam estar alinhadas com às que estão no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal- CadÚnico.

Seleção

Os aprovados serão selecionados de acordo com todos os critérios estabelecidos, sendo: candidatos com menor renda por capita; maior número de componentes familiar; com ensino fundamental completo; beneficiário do bolsa família com data e hora de inscrição. Todo o processo de seleção é realizado de forma digital, entretanto, não há interferência humana.

Mariana Castro é formada em Pedagogia pela Universidade Brás Cubas em Mogi das Cruzes – SP. Atualmente trabalha como professora na rede privada de ensino e dedica-se a redação do Jornal O Norte.