Companhia aérea oferece vagas de emprego no Norte e Nordeste; saiba como se inscrever

Interessados em trabalhar na Azul Linhas Aéreas podem tentar uma chance das 38 vagas de emprego abertas para diferentes bases pelo Brasil, incluindo duas no Nordeste: Recife e Fernando de Noronha. No Norte, por exemplo, há oportunidades em Porto Velho. As vagas variam entre diferentes setores. A faixa salarial de cada uns não foi divulgada pela companhia.

Companhia aérea oferece vagas de emprego em TRÊS estado do Nordeste; saiba como se inscrever
Companhia aérea oferece vagas de emprego no Norte e Nordeste; saiba como se inscrever (Imagem: Reprodução / Google)

No Recife, as vagas são voltadas para os postos de supervisor de terminal de cargas efetivo e auxiliar de cargas. Em Fernando de Noronha, a vaga é destinada para agente de aeroporto temporário. Já em Porto Velho, a vaga é para Jovem Aprendiz.

Os requisitos para candidatura nas vagas varia de acordo com o caro. Para Jovem Aprendiz, por exemplo, a companhia pede:

  •  Ensino médio completo ou cursando;
  • Disponibilidade de troca de horário na escola se necessário;
  • Conhecimentos básicos no Pacote Office.

Para agente de aeroporto temporário, demanda:

  • Conhecimento intermediário do pacote Microsoft Office;
  • Contrato de três meses com possibilidade de efetivação.

Na área de auxiliar de cargas, pede-se:

  • Ensino Médio completo;
  • Desejável experiência na área de cargas, logística ou correlatos.

Mais vagas de emprego

Em outras regiões do Brasil, há vagas distribuídas por Campinas, Barueri, Belo Horizonte, Cajamar, São Paulo, São José dos Pinhais e Confins.

Outras vagas disponíveis são: almoxarife, analista de compras técnicas, analista de negócios de cargas, assistente de controle de voo, atendente call center, comprador sênior, coordenador de TI, inspetor de manutenção de aeronaves, técnico de manutenção de aeronaves, entre outras.

Crise na companhia aérea

Ainda que o momento seja de divulgação de vagas, vale lembrar que a Azul Linhas Aéreas demitiu cerca de 3 mil trabalhadores durante os meses em que os voos ficaram paralisados por causa da pandemia do novo coronavírus no mundo. O quadro de funcionários da empresa caiu de 14 mil para 11 mil neste ano. O momento é de reposição com a retomada do turismo e da economia.

Desse alto número de demissões, a companhia não informou quantas foram voltadas especificamente para Pernambuco, por exemplo. A Azul informou apenas que foram “poucos”, uma vez que investiram também em corte de jornada e salários.

Isabela Veríssimo

Isabela Veríssimo é jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) com passagens por redações, desde 2016, como o Diario de Pernambuco, Jornal do Commercio e Rede Globo. Atualmente dedica-se ao Jornal O Norte.