Confira o placar da eleição para presidente da Câmara dos Deputados

A eleição para a presidência da Câmara dos Deputados está marcada para 1º de fevereiro e continua indefinida. Um levantamento feito pelo Estadão mostra o placar de intenções de voto dos parlamentares. De acordo com a pesquisa, por enquanto o deputado Arthur Lira (PP-AL) está em vantagem.

Confira o placar da eleição para presidente da Câmara dos Deputados
Confira o placar da eleição para presidente da Câmara dos Deputados. (Imagem: Saulo Cruz / Câmara dos Deputados)

A Mesa Diretora da Casa definiu, nesta semana, que a eleição será presencial. Como o voto é secreto, isso os parlamentares não precisam necessariamente seguir a orientação das siglas. Se um candidato não obtiver a maioria da Casa na primeira votação, é realizado segundo turno. Confira o placar.

Intenções de voto para a Câmara dos Deputados

Pelo placar do Estadão, o candidato Arthur Lira (PP-AL), apoiado pelo governo de Jair Bolsonaro e por nove partidos, tem 193 votos.

Ele é adversário direto de Baleia Rossi (MDB-SP), candidato do atual presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ), com apoio de 11 partidos. O deputado acumula 122 votos.

O número de parlamentares que não aceitaram declarar posição foi 159. Outros 17 deputados não foram encontrados.

O vencedor terá de somar ao menos 257 votos. Outros seis deputados também são candidatos à presidência. Confira as intenções de voto de cada um.

Marcel Van Hattem (Novo-RS) tem oito votos; Luiza Erundina (PSOL-SP) tem nove votos; Fábio Ramalho (MDB-MG) tem dois votos e André Janones (Avante-MG), Capitão Augusto (PL-SP) e Alexandre Frota (PSDB-SP) têm um voto cada.

Leia mais: Eleição na Câmara dos Deputados tem data definida; conheça os principais nomes

Rodrigo Maia lamentou a decisão de manter a votação presencial. Ele defendia um modelo híbrido, com alguns parlamentarem em sessão remoto.

Segundo o deputado, a circulação será de pelo menos 3 mil pessoas, o que não permite manter um ambiente seguro em relação ao vírus da Covid-19.

Aliados de Lira aprovaram o modelo e disseram que a sessão presencial garante o sigilo do voto. No Senado, quatro disputam a Presidência para os próximos dois anos, com eleição prevista também para o início de fevereiro.

Por enquanto, Simone Tebet (MDB-MS), Rodrigo Pacheco (DEM-MG), Major Olimpio (PSL-SP) e Jorge Kajuru (Cidadania-GO) são candidatos, mas ainda podem ser apresentadas novas candidaturas até o dia da eleição.

Mônica Chagas Ferreira é mestranda em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e formada em Jornalismo pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Como pesquisadora, estuda Análise do Discurso na perspectiva foucaultiana, contemplando relações de saber, poder e política presentes na mídia. Enquanto jornalista, já atuou em rádios e veículos impressos. Atualmente trabalha como assessora de comunicação e redatora do Jornal O Norte.