Conheça o programa que oferece emissão gratuita de documentos em Recife

A população do Recife pode solicitar a segunda via de certidões de nascimento, casamento e óbito de forma gratuita. O atendimento está sendo realizado hoje (8) na Associação de Moradores da Comunidade Irmã Dorothy, na Imbiribeira, Zona Sul. A ação é do programa Balcão de Direitos, vinculado à Secretaria Executiva de Direitos Humanos (SEDH), e oferece o serviço das 8 às 12 horas.

Conheça o programa que oferece emissão gratuita de documentos em Recife
Conheça o programa que oferece emissão gratuita de documentos em Recife. (Imagem: Google)

De acordo com a secretaria, os interessados precisam levar o documento antigo ou a carteira de identidade original ou xerox. Não é necessário fazer agendamento prévio. No sábado (10), a ação será na Escola Municipal São José, no bairro de Pau-Ferro, em Camaragibe, no Grande Recife. O horário de atendimento também é das 8 às 12 horas.

Outras ações itinerantes em Recife

A Secretaria de Saúde (Sesau) está promovendo Estações Itinerantes de Orientações sobre a Covid-19 em oito diferentes localidades. A prefeitura está distribuindo máscaras e levando orientações às casas de pessoas dos grupos de risco da doença. Em três meses de ação, foram distribuídas quase 490 mil máscaras e itens de proteção.

As tendas de Estações Itinerantes estarão montadas até amanhã (9), das 8 às 16 horas, em diferentes locais: Praça Frei Cassimiro, em Santo Amaro; Pracinha do Terminal de Chão de Estrelas; Praça Farias Neves, em Dois Irmãos; Comunidade Beira Rio da Várzea; na Praça do Mangue, em Afogados; na Imbiribeira; no Terminal do Ônibus Guabiraba/Derby, em Guabiraba e na Praça da UR-04, na Cohab.

Leia mais: Eleições 2020: Pesquisa revela que ESTE é o principal candidato na disputa pela prefeitura do Recife

As visitas às residências de pessoas dos grupos de risco acontecerão, ao longo da semana, no Distrito Sanitário 2, que inclui bairros da Zona Norte do Recife. Agentes comunitários de saúde e outros profissionais das equipes de Saúde da Família levarão máscaras, panfletos e informações para pessoas idosas, diabéticas, obesas, transplantadas e com outras doenças crônicas que as tornem mais suscetíveis a complicações em caso de contaminação pelo vírus.

O mês de setembro registrou o menor número de pacientes graves com Covid-19 desde o início da pandemia, com 68 casos.  A redução foi de 98,5% na comparação com o mês de abril, quando foram registrados 4.195 casos.

 

Mônica Chagas Ferreira é mestranda em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e formada em Jornalismo pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Como pesquisadora, estuda Análise do Discurso na perspectiva foucaultiana, contemplando relações de saber, poder e política presentes na mídia. Enquanto jornalista, já atuou em rádios e veículos impressos. Atualmente trabalha como assessora de comunicação e redatora do Jornal O Norte.