Defesa Civil emite alerta em Rondônia sobre frio de 11º até o início de Agosto

Estado pode passar por uma onda de frio nos próximos dias. Desse modo, a Defesa Civil emite alerta em Rondônia sobre frio de 11º até o início de agosto no estado que deve garantir a integridade de sua população durante esse período!

Defesa Civil emite alerta em Rondônia sobre frio de 11º até o início de agosto
Defesa Civil emite alerta em Rondônia sobre frio de 11º até o início de agosto (Imagem: André Ávila / Agencia RBS)

A Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) as temperaturas em diversas cidades do estado podem ficar próximas dos 10ºC.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), prevê que no sul de Rondônia, por exemplo, a temperatura fique próxima dos 6ºC.

Com isso, a Defesa Civil emitiu um alerta para o estado e pede que a população seja atendida pelo governo estadual.

“Aumentar a capacidade de respostas do Sistema Único de Assistência Social no atendimento às famílias e aos indivíduos em situação de vulnerabilidade, risco social, que se encontrem em situação de rua, desabrigados, desalojados ou em situação de imigração”, afirmou a Defesa Civil de Rondônia.

Queda de temperatura em Rondônia

Algumas cidades podem apresentar temperaturas mais baixas, como as localizadas no Sul do estado.

Amanhã em Vilhena, por exemplo, deve ser registrada mínima de 11ºC.

Em todo o estado, durante essa última madrugada houve uma queda de temperatura e 6ºC, com mínimas variando de 12ºC a 17ºC.

Leia mais em: A partir de quinta (29), onda de frio deve provocar temperatura de 8°C no Amazonas

Ações para o enfrentamento da onda de frio

As temperaturas estão caindo em diversas regiões do país e a recomendação é a mesma para todos, ou seja, “prestar atenção nas pessoas mais vulneráveis”.

Confira abaixo as ações que podem ajudar nesse período de baixas temperaturas:

  • Fornecer abrigo para as pessoas que estão em situação de rua. Essa é a população que mais sente os impactos, pois, não têm onde se aquecer principalmente nas madrugadas.
  • Observar as crianças e os idosos;
  • Retirar os animais das áreas extensas, principalmente à noite;
  • Beber bastante água.

Além disso, é possível encontrar diversas campanhas pelo Brasil que tem o objetivo de arrecadar agasalhos e fornecer alimentos nas noites frias.

Para saber sobre essas campanhas, basta procurar a Defesa civil ou a Polícia Militar, por exemplo.

Vale lembrar que essas medidas devem são para todo o dia. Contudo, redobradas nas madrugadas, pois, é nesse período que as temperaturas estão caindo mais.

Continue acompanhando O Norte e fique bem informado.

Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha como professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora do Jornal O Norte.