Eleições 2020: Aumento de pré-candidaturas de mulheres no Norte e Nordeste impressiona

As eleições 2020 municipais estão marcadas para ocorrer durante o mês de novembro deste ano, e na região Norte e Nordeste do país há um número crescente de mulheres pré-candidatas à prefeitura, filiadas a diversos partidos. Conforme calendário eleitoral, as siglas devem apresentar todos os candidatos entre 31 de agosto a 16 de setembro.

Eleições 2020: Aumento de pré-candidaturas de mulheres no Norte e Nordeste impressiona
Eleições 2020: Aumento de pré-candidaturas de mulheres no Norte e Nordeste impressiona (Imagem: Reprodução Google)

O aumento no número de pré-candidaturas femininas nas eleições faz parte da definição do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em que 30% dos recursos do fundo eleitoral devem ser dedicados à financiamento de candidatas mulheres.

Candidaturas no Nordeste

Entrando na disputa para a prefeitura de Salvador (Bahia), por exemplo, está a Major Denise Santiago, pelo Partido dos Trabalhadores (PT).

Ela é a segunda mulher a ser major na Polícia Militar do estado, disputará as eleições com apoio do governador Rui Costa.

Em entrevista à Folha de São Paulo, a pré-candidata comemora o espaço para concorrer nas eleições.

Acho fantástica a possibilidade de de nós, trabalhadores da segurança pública, participarmos de uma disputa eleitoral. Mostra que nós estamos ocupando um espaço e temos muito a contribuir com a gestão pública”, disse a major. 

Além disso, a única mulher na cidade que já exerceu o cargo de prefeitura, em 1992, foi Lídice da Mata, que também retorna como pré-candidata em Salvador, pelo partido Partido Socialista Brasileiro (PSB). Outrossim, Olívia Santana também está disputada pelo cargo no município, pelo partido PCdoB.

Leia mais: Eleições 2020: Candidatos tem até 26 de setembro para registro de candidatura

Em Aracaju, capital do estado de Sergipe, duas delegadas entram na disputa para o cargo. Georlize Teles pelo partido Democratas, e também Daniele Garcia, pelo partido Cidadania. 

Disputando as eleições para o cargo de prefeita, na cidade de Recife, em Pernambuco, estão nomes como a deputada federal Marília Arraes, que disputará pelo PT. A delegada Patrícia Domingos (Podemos) também é pré-candidata na capital pernambucana. 

Além dessas seis mulheres, em outras capitais do Nordeste concorrem:

  • Teresina: Simone Pereira (PSD);
  • Fortaleza: Luiziane Lins (PT);
  • Natal: Natalia Bonavides (PT);
  • João Pessoa: Edilma Freire (PV), Socorro Gadelha (PV), Daniela Bandeira (PV) e Amanda Rodrigues (PSB);
  • Maceió: Fátima Romar (Cidadania)

Candidaturas na região Norte 

Já na região norte, também há aumento de candidatas mulheres às eleições municipais. A delegada Débora Mafra está entre os nomes que podem concorrer ao cargo na prefeitura pelo partido PSC, em Manaus (Amazonas).

A cidade, aliás, é uma das que mais possui pré-candidatas mulheres na disputa. Entre as principais estão também estão Caroline Braz (PSC), Conceição Sampaio (PSBD) e Liliane Araújo (PSL). 

Já então na cidade de Belém, no Pará, Ursula Vidal pode concorrer à prefeitura pelo partido Podemos. Em Porto Velho, Rondônia, Cristiane Lopes é o nome feminino cotado pelo partido PP.

Ademais, também tem Palmas, capital de Tocantins, que pode ter duas candidatas mulheres: Cinthia Ribeiro (PSDB) e Vanda Monteiro (PSL). 

Por fim, Boa Vista, que nas eleições de 2016 obteve 26 candidatas à prefeitura, deve ter, neste ano, a candidatura de Gerlane Baccarin (PP) e Shéridan Oliveira (PSDB). 

Mariana Cristina Rocha dos Santos é formada em Comunicação Social – Jornalismo pela Universidade Federal do Espírito Santo. Possui experiência em comunicação interna e externa no Teatro Carlos Gomes, espaço histórico-cultural capixaba. Além de produção para televisão, com pautas para programa de entretenimento, chamadas televisivas, spot para rádios e mídias sociais na TV Gazeta (afiliada à Rede Globo). Atualmente dedica-se à redação do Jornal O Norte.