Eleições 2020: Confira as novas regras sanitárias para o dia da votação

TSE (Tribunal Superior Eleitoral) apresentou nessa terça-feira (8) novas regras sanitárias de proteção contra a Covid-19 para o dia da votação das eleições municipais, marcadas para novembro deste ano.

Eleições 2020: Confira as novas regras sanitárias para o dia da votação (Foto: Arquivo/A Gazeta)
Eleições 2020: Confira as novas regras sanitárias para o dia da votação (Foto: Arquivo/A Gazeta)

As medidas foram elaboradas em conjunto dos médicos David Uip, do hospital Sírio-Libanês, Luís Fernando Aranha Camargo, do hospital Albert Einstein, e Marília Santini, da Fundação Fiocruz.

Orientações são destinadas para todos os colaboradores envolvidos nas eleições aos cidadãos no momento da votação.

De acordo com o presidente do TSE, ministro Luís Barroso, as seções eleitorais terão álcool em gel disponibilizados para higienização das mãos antes e depois da votação. Os mesários receberão máscaras, face shield (protetor facial) e, também, álcool em gel para uso individual. 

Além de cartazes, que serão afixados para lembrar os procedimentos a serem adotados, recomendações básicas como o distanciamento de pelo menos um metro entre as pessoas, proteção sobre a boca e o nariz.

Os procedimentos preveem o isolamento de infectados e fila preferencial durante as primeiras três horas de votação, das 7h às 10h, para quem tem mais de 60 anos.

Biometria segue suspensa em todo território nacional para o pleito eleitoral de 2020.

Leia mais: Eleições 2020: TSE volta atrás e permite disputa eleitoral de candidatos fichas-sujas

Barroso disse aos presentes em coletiva de imprensa que, ao todo, serão usados 9.726.113 milhões de máscaras descartáveis que serão fornecidas aos mesários para trocas a cada 4 horas.

“Mais de 2 milhões de frascos de 100 ml de álcool em gel para os mesários, 533.170 marcadores para o chão, 1.887.836 viseiras plásticas (para os mesários) e mais de 1 milhão de litros de álcool gel para os eleitores”.

Esses materiais foram doados por 30 empresas e entidades que receberão isenção do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), que incidiria sobre essas doações necessários para garantir o cumprimento de medidas sanitárias.

A revista IstoÉ informou que as doações partiram das empresas: Fiesp, Senai, Mercado Livre, Ambev, Cosan, Unica, Todos pela Saúde (Itaú), Klabin, Caoa, Quero Quero, Amil, Magalu, Gerdau, iFood, GM, Movida, Abralog, Aberc, Abrainc, ABBC, ABERT – Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão, Abear, Abesata, Aneaa, ABNT, iDV, Matins e Falconi.

Raio-x das eleições de 2020

De acordo com o TSE, mais de 2 milhões de mesários e apoiadores e 148 milhões de eleitores passarão pelas zonas eleitorais.
Os mesários convocados e que são pertencentes a grupos de risco terão a opção de não participar.

 

 

Jornalista graduada pela FAPCOM (Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação). Foi repórter do site MigraMundo e Startupi, atuou na comunicação de ONG e em assessoria de imprensa. Atualmente trabalha como jornalista freelancer e redatora do Jornal O Norte.