Eleições 2020: Manaus registra mais de 1000 candidatos a vereador neste ano

As convenções partidárias realizadas em Manaus aprovaram mais de 1,3 mil candidatos a vereador na cidade. Eles vão concorrer a 41 vagas na Câmara Municipal de Manaus, durante as Eleições 2020. Os dados foram divulgados pelo Tribunal Eleitoral Regional do Amazonas (TRE-AM), que também compilou as informações sobre os candidatos aos cargos de prefeito e vice-prefeito.

Eleições 2020: Manaus registra mais de 1000 candidatos a vereador neste ano
Eleições 2020: Manaus registra mais de 1000 candidatos a vereador neste ano. (Imagem: Google)

Os partidos precisam oficializar as candidaturas registrando-as na Justiça Eleitoral até sábado (26), ou seja, o número de candidatos ainda pode mudar. Entre os 1,3 mil contabilizados até agora, quase 70% são homens, ou seja, 948. As mulheres somam 422 candidaturas, o que representa 30,80% do montante. Os partidos com a maior quantidade de candidatos são: PT, PSL, PSC, PMN, PSB, Patriotas, PC do B e Avante. Cada um apresentou 62 nomes.

Confira as principais coligações com candidatos a vereador nas eleições 2020

A grande quantidade de candidatos pode representar um recorde das eleições 2020. Um levantamento também apontou que 26 capitais do país têm mais de 24 mil candidatos a vereador aprovados pelos partidos. Em 2016, foram 18.934 candidaturas ao cargo nas 26 capitais.

Em Manaus, o candidato a prefeito David Almeida, do Avantes, é o que concentra o maior número de vereadores. A coligação com Democratas, PV, PTC, PROS, PMB e PRTB soma mais de 350 candidatos.

Leia mais: Eleições 2020: TSE lança ‘Pardal’, aplicativo para fiscalização e combate à corrupção

Em segundo lugar, está a coligação do deputado estadual Ricardo Nicolau (PSD), com mais de 200 candidatos. A legenda conta com PSD, PP, PSB, Solidariedade e PDT. O terceiro maior número de candidatos é da coligação do ex-governador Amazonino Mendes, do Podemos, que também tem Cidadania, PSL e MDB. Ao todo, são 190 candidatos.

Depois do encerramento do prazo para registro das candidaturas, no sábado, o TRE fará um levantamento das solicitações e publicará um edital com os nomes de todos os interessados. A aprovação e consequente oficialização das candidaturas depende do aval do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Acampanha eleitoral começa no domingo (27) e segue até as vésperas do primeiro turno, em 15 de novembro. O segundo turno de votação será no dia 29 do mesmo mês. O calendário eleitoral foi adiado em razão da pandemia do novo coronavírus.

Mônica Chagas Ferreira é mestranda em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e formada em Jornalismo pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Como pesquisadora, estuda Análise do Discurso na perspectiva foucaultiana, contemplando relações de saber, poder e política presentes na mídia. Enquanto jornalista, já atuou em rádios e veículos impressos. Atualmente trabalha como assessora de comunicação e redatora do Jornal O Norte.