Eleições 2020: Veja os planos de governo dos candidatos a prefeito de Belém para crianças

Em Belém, 12 candidatos disputam as eleições 2020 para prefeito e apresentam os planos de governo. Abaixo, listamos as principais propostas voltadas às crianças do município.

Eleições 2020: Veja os planos de governo dos candidatos a prefeito de Belém para crianças
Eleições 2020: Veja os planos de governo dos candidatos a prefeito de Belém para crianças. (Imagem: Google)

Projetos das eleições 2020 voltados às crianças de Belém

  • Cássio Andrade (PSB)

O candidato quer dar continuidade aos projetos de “prevenção primária a violência”, a partir do atendimento a crianças e adolescentes em vulnerabilidade social.

  • Cleber Rabelo (PSTU)

Rabelo propõe a construção de creches para combater o déficit na educação infantil e garantir que as mães possam ter onde deixar os filhos para trabalhar.

  • Delegado Eguchi (Patriota)

O candidato quer ampliar escolas e creches em tempo integral, incluindo outras áreas de educação. Também pretende ampliar o atendimento na rede proteção social básica para famílias das áreas urbanas e nas ilhas.

  • Dr. Jerônimo (PMB)

O projeto contempla atendimento educativo às crianças em creches e pré-escolas. A redução da mortalidade infantil também é tratada como prioridade de governo.

Leia mais: Eleições 2020: TRE-PA anuncia ordem de apresentação dos partidos na TV e rádio

  • Edmilson Rodrigues (PSOL)

Pretende implantar a primeira Maternidade Municipal com central de atendimento humanizado, além do Serviço de Urgência Ginecológica no Hospital de Mosqueiro e na Sacramenta.

  • Guilherme Lessa (PTC)

Pretende construir oito praças de integração multiuso, com áreas para diferentes atividades. Lessa também quer desenvolver o projeto escola pública de idiomas.

  • Gustavo Sefer (PSD)

O plano cita a criação do programa de planejamento familiar voluntário. Na educação, prevê a meta de 100 escolas em tempo integral.

  • Jair Lopes (PCO)

O candidato defende a total gratuidade dos serviços de saúde e produtos que se relacionem com a maternidade e o fim das escolas militares.

  • Mário Couto (PRTB)

O plano de governo enfatiza ações na saúde da criança e a criação de programas educacionais para prevenir atos infracionais.

  • Priante (MDB)

O candidato pretende aumentar o número de creches e escolas em tempo integral, além de oferecer formação continuada a professores e gestores.

  • Thiago Araújo (Cidadania)

O plano cita como prioridade o incentivo à educação financeira. No esporte, contempla ações de fomento à política de esporte educacional, lazer, arte e cultura.

  • Vavá Martins (Republicanos)

O candidato quer expandir o programa de hortas nas escolas e fortalecer o núcleo de assistência social, além de oferecer tecnologia às escolas públicas.

Mônica Chagas Ferreira é mestranda em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e formada em Jornalismo pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Como pesquisadora, estuda Análise do Discurso na perspectiva foucaultiana, contemplando relações de saber, poder e política presentes na mídia. Enquanto jornalista, já atuou em rádios e veículos impressos. Atualmente trabalha como assessora de comunicação e redatora do Jornal O Norte.