Estabelecimentos em Palmas são multados por descumprimento do decreto municipal

Em Palmas, capital de Tocantins, 56 estabelecimentos foram autuados e 55 multados por desobediência ao decreto municipal. O funcionamento noturno de comércios na capital está proibido. A determinação aconteceu no dia 10 de julho devido a pandemia do Covid-19, sendo prorrogada até o dia 6 do próximo mês.

Estabelecimentos em Palmas são multados por descumprimento decreto municipal
Estabelecimentos em Palmas são multados por descumprimento decreto municipal. (Imagem: Google).

A fiscalização acontece por parte dos fiscais da Prefeitura de Palmas. Comércios estão proibidos de funcionar das 20 às 05 horas. A medida causou vários questionamentos na capital. Duas ações foram ingressadas na justiça, uma delas na 2ª vara da Fazenda e Registros Públicos de Palmas. Porém, a justiça negou o pedido.

Com isso, o comércio está apreensivo com a crise e já se fala em demissões. Os compradores também estão insatisfeitos e afirmam do pouco tempo para ir às compras depois do trabalho.

Só a capital possui quase 5 mil casos confirmados de coronavírus e 36 óbitos, de acordo com o boletim divulgado pelo Governo do Estado.

Leia mais: Concurso público oferece 20 vagas de emprego em Tocantins

Nenhum estabelecimento foi embargado em Palmas, segundo Sedusr

A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Serviços Regionais (Sedusr) se pronunciou através de nota. Disse que nenhum estabelecimento foi embargado até o momento, já que os comerciantes, quando abordados, concordam em fechar as portas dos estabelecimentos.

O órgão informou ainda que no primeiro momento os comércios são notificados e caso retornem a abrir as portas em horários não permitidos, sofrem as penalidades. A Sedusr enfatizou ainda, durante nota à imprensa, que as autuações são pautadas de maneira a orientar e conscientizar os comerciantes quanto a proibição de funcionamento desses estabelecimentos.

Fiscalização é intensificada após aumento de casos de Covid-19 em alguns bairros de Palmas

Em alguns bairros da capital, moradores estariam descumprindo as medidas de segurança, fazendo com que o número de casos em alguns dos bairros aumentasse. O bairro Aureny III é considerado o que possui maior número de casos (243). Por lá, moradores são flagrados sem máscaras e promovendo aglomerações.

O bairro só ganha do Aureny I, onde 103 pessoas foram infectadas e do Aureny II, que registrou 106 casos. Cerca de 137 pessoas testaram positivo para o Covid-19 no bairro Jardim Taquari. Segundo levantamento, os quatro bairros acima representam 12% dos diagnósticos realizados em Palmas.

Facebook Comments