FGTS poderá ser recolhido com PIX a partir de 2021? Entenda como irá funcionar

João Manoel Pinho de Mello, diretor de Organização do Sistema Financeiro e de Resolução do Banco Central (BC), declarou na reunião do Fórum Pix que o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) poderá ser recolhido pela nova plataforma de pagamento PIX a partir de janeiro de 2021.

FGTS poderá ser recolhido com PIX a partir de 2021? Entenda como irá funcionar
FGTS poderá ser recolhido com PIX a partir de 2021? Entenda como irá funcionar (Imagem: Reprodução/Portal Contábeis)

A decisão foi tomada em parceria do PIX com a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho. Além da novidade, no início de 2021 também será lançado o FGTS Digital. Nessa modalidade, o contribuinte poderá ter acesso de forma facilitada em serviços como recolhimento, cobrança, extratos, saldos e lançamentos referentes às contribuições do benefício.

A categoria digital é uma maneira de agir diretamente na diminuição de custos de transferências, o tempo de resposta e aumentar a adesão na proposta, já que o sistema funciona 24 horas por dia incluindo feriados.

Com a proposta de recolhimento do FGTS pelo PIX, vai diminuir as emissões de guias de recolhimento, já que, de acordo com a Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia, aproximadamente 70 milhões de impressões são feitas anualmente.

Leia mais: Conta de celular poderá ser paga com PIX em 2021; saiba como fazer

A concorrência entre as instituições financeiras aumentará significativamente com a possibilidade de recolher o FGTS pela plataforma PIX, já que segundo o diretor do Banco Central, o estabelecimento de convênios entre banco e empresa não se tornará necessário.

A adesão de novos serviços está acontecendo de forma gradual e segundo a Receita Federal, o pagamento do Simples Nacional e do e-Social de microempreendedores e empregados domésticos também serão transferidos para a modalidade digital. O código QR Code está na lista dos próximos itens a serem difundidos para os documentos de arrecadação.

Como aderir

Para aderir a esta modalidade de pagamento é preciso cadastrar uma chave PIX que funciona como um endereço que pode ser cadastrado no aplicativo pelo qual a pessoa tem conta. Depois disso, a empresa ou pessoa escolhe uma das modalidades de cadastro que pode ser por meio do:

  • E-mail;
  • CPF;
  • Número de Telefone;
  • Ou chave aleatória, no qual o pessoa cadastra um número que funciona como uma chave PIX.

O aplicativo garante facilidade, agilidade e rapidez nos serviços.

 

Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do Jornal O Norte traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.