Governo do Tocantins avança na flexibilização e libera aulas presenciais no estado

Na última quarta-feira (30), o Governo do estado do Tocantins publicou no Diário Oficial do Estado a liberação das aulas presenciais para estudantes. Agora, os alunos do ensino médio a e ensino superior podem optar por retomar as atividades.

Governo do Tocantins avança na flexibilização e libera aulas presenciais no estado
Governo do Tocantins avança na flexibilização e libera aulas presenciais no estado(Foto: Reprodução Google)

O decreto que vetava as aulas presenciais em Tocantins, foi editado hoje pelo governador Mauro Carlesse (DEM).O Diário Oficial do Estado publicou o artigo, que ainda mantém a proibição para os estudantes dos primeiros anos da educação básica.

Até o dia 31 de outubro, os alunos dos primeiros anos da educação básica estão com as aulas suspensas. Desde o dia 13 de março, o estado do Tocantins decretou a paralisação de aulas em escolas e universidades.

A medida renovada chega a valer para instituições públicas e privadas em todos os municípios do Estado. Porém, para a volta as aulas as instituições devem ficar atentas aos protocolos de segurança para evitar a disseminação do vírus.

No total, são 2 protocolos que devem ser seguidos, e provavelmente alterados pela Secretaria Estadual de Saúde, em colaboração com a Secretaria Estadual da Educação, Juventude e Esportes que visa garantir a proteção dos estudantes, profissionais da educação e também os funcionários durante a volta das aulas presenciais.

Leia mais: IEL disponibiliza 90 vagas de estágio supervisionado em Tocantins

Segundo a Secretária de Estado de Saúde do Tocantins, os números de óbitos por coronavírus veem diminuindo e por isso aos poucos atividades estão sendo liberadas para acontecer de forma presencial.

A fala do Governador de Tocantins

No artigo publicado, o diário da união diz que “ Em razão da pandemia da COVID-19 (novo Coronavírus), são mantidas suspensas as atividades educacionais presenciais em estabelecimentos de ensino com sede no Estado do Tocantins, públicos ou privados, até 31 de outubro de 2020, excetuando-se a última etapa da Educação Básica e a Educação Superior, às quais passa a ser autorizada a oferta de atividades na forma presencial e/ou não presencial, em conformidade com a legislação vigente.”

As escolas e universidades, podem escolher se vão ou não voltar as atividades presenciais.

O decreto anuncia ainda, a prorrogação da jornada de trabalho reduzida dos servidores públicos do Estado. Serão 6hr de trabalho até o dia 31 de outubro, os responsáveis devem se dividir para criar os turnos que vão das 14hrs às 20hrs.

 

 

Larissa Luna é graduanda em Psicologia pela Faculdade Frassinetti do Recife (FAFIRE) e graduanda em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Como universitária, estuda analises de pesquisas feitas a partir de conceitos sociológicos e antropológicos em paralelo com a Psicologia. Atualmente dedica-se a redação do Jornal O Norte.