Imposto de Renda: Saiba se você irá RECEBER DINHEIRO da Receita Federal NESTA semana

A Receita Federal informa novo lote disponível para 198.967 contribuintes. O saque será permitido a partir do dia 30 de novembro. De acordo com o órgão, mais de R$ 399 milhões estará liberado. Dentre os grupos contemplados, estão idosos, deficientes e contribuintes não prioritários. Confira mais detalhes a seguir sobre o saque do Imposto de Renda.

Imposto de Renda: Saiba se você irá RECEBER DINHEIRO da Receita Federal NESTA semana
Imposto de Renda: Saiba se você irá RECEBER DINHEIRO da Receita Federal NESTA semana ( Imagem: Montagem / Jornal O Norte)

Segundo a Receita Federal, fazem parte do grupo prioritário mais de 3 mil idosos que estão acima de 80 anos e quase 27 mil na faixa etária entre 60 e 79 anos. Além deles, 2.924 pessoas são deficientes e 12.312 são contribuintes que têm o magistério como fonte de renda.

Para os contribuintes que não do grupo prioritário, só serão beneficiados quem apresentou declaração até o dia 12 de novembro. Ao total são 153.573.

O valor será depositado na conta informada na base de dados do órgão e deverá ser sacado no prazo máximo de um ano. Caso contrário, o dinheiro é estornado para a Receita Federal e só será disponibilizado novamente por meio da petição via site através do Formulário Eletrônico, no Portal do e-CAC, na plataforma do Meu Imposto de Renda.

A Receita Federal informa que caso o valor não caia na conta do contribuinte é preciso direcionar presencialmente à uma agência do Banco do Brasil.

O problema também pode ser resolvido por telefone, através da Central de Atendimento do Banco do Brasil , por meio dos números:

  • 4004-0001 (Para Capitais);
  • 0800-729-0001 (Outras localidades).

O agendamento também pode ser feito pelo portal do Banco do Brasil.

Sobre o Imposto de Renda

O valor do Imposto de Renda é destinado aos cofres públicos. Sendo, portanto, uma porcentagem paga pelos contribuintes seja ele pessoa física ou jurídica. A declaração é realizada de acordo com os rendimentos anuais.

Se o contribuinte prestar informações errôneas pode cair na chamada malha fina. Veja outros motivos que podem causar este problema:

  • Omissão dos valores reais tanto dos dependentes ou titulares;
  • Divergências de opiniões;
  • Ausência de declaração das despesas médicas;
  • Omissão no que se refere à pensões alimentícias.

O portal do órgão tem maiores informações e dá a possibilidade de acessar o extrato do Imposto de Renda para verificar pendências e solucionar possíveis débitos.

Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do Jornal O Norte traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.