INSS anuncia regularização de BPC suspenso; veja o que o beneficiário precisa fazer

A portaria divulgado pelo INSS garante aos beneficiários do BPC a continuidade do pagamento mesmo após a interrupção por falta de inscrição no CadÚnico. A medida é tomada para diminuir os impactos da crise.

INSS anuncia regularização de BPC suspenso; veja o que o beneficiário precisa fazer (Foto: Reprodução Google)
INSS anuncia regularização de BPC suspenso; veja o que o beneficiário precisa fazer (Foto: Reprodução Google)

Em março deste ano, algumas pessoas que já recebiam o Benefício de Prestação Continuada (BPC) tiverem o pagamento do auxílio interrompido por não estarem devidamente inscritos no Cadastro Único.

Isso porque o CadÚnico serve como uma forma de controle do Governo Federal, dimensionar as vulnerabilidades socioeconômicas dos cidadãos brasileiros.

Porém, para diminuir os impactos gerados pela Covid-19, agora os beneficiários podem solicitar a reativação do pagamento.

Com isso, as parcelas que ficaram suspensas podem ser ressarcidas conforme a regularização dos documentos.

Logo depois do desbloqueio, o segurado deve receber todas as parcelas que ficaram atrasadas.

Só podem estar aptos para receber o Beneficio de Prestação Continuada quem;

  • Tem mais de 65 anos ou possuir algum tipo de limitação física, mental e psicológica
  • Ter a renda familiar inferior a um quarto (1/4) do salário mínimo por pessoa, em R$261,25, para cada.
  • Não receber nenhum tipo de seguro social, como aposentadoria ou seguro desemprego.

Para conseguir o beneficio, o cidadão deve comprovar as necessidades, através de uma perícia médica realizada pelo INSS. A comprovação da renda é de extrema importância.

Leia mais: BPC 2021: Quais são as regras para conseguir o benefício do Governo Federal?

Como solicitar o pagamento das parcelas do INSS

Para realizar a reativação do pagamento e receber as parcelas atrasadas, o INSS disponibilizou algumas plataformas como o portal MEU INSS, e a Centra de Atendimento 135.

Quem teve o benefício suspenso por problemas com o CPF, devem solicitar a regularização do pagamento.

Além disso, o INSS se disponibiliza para verificar o caso de pessoas que tiveram o pagamento impedido por outras razões, que não sejam relacionadas com Cadastro Único.

O INSS deve assegurar se não há irregularidades na documentação do segurado, e checar todas as informações necessárias nos dados do cadastro.

Para solicitar o BPC não é necessário ter contribuído para o INSS, por que se trata de um benefício de assistência social para pessoas em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

Larissa Luna é graduanda em Psicologia pela Faculdade Frassinetti do Recife (FAFIRE) e graduanda em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Como universitária, estuda analises de pesquisas feitas a partir de conceitos sociológicos e antropológicos em paralelo com a Psicologia. Atualmente dedica-se a redação do Jornal O Norte.