Maceió segue na fase azul e prefeitura prorroga regras de distanciamento social

No dia 11 de setembro, a prefeitura da capital Maceió afirmou através de um decreto, a prorrogação das medidas de distanciamento social. Até o dia 25 de setembro, a Fase Azul do Plano de  Distanciamento Social Controlado estará sendo monitorada.

Maceió segue na fase azul e prefeitura prorroga regras de distanciamento social
Maceió segue na fase azul e prefeitura prorroga regras de distanciamento social (Foto: Google)

E com isso, nas instituições da Rede de Ensino Infantil e Fundamental do Município, publicas ou privadas, as atividades presenciais seguem interrompidas até segunda ordem. O próximo passo é a Fase Verde do Plano de Distanciamento Social Controlado.

sejam em grupos, continuam com as regras do distanciamento, bem como uso obrigatório de mascaras no calçadão e também a distância de no mínimo 10m (dez metros) por pessoa.

Os cidadãos podem continuar suas práticas em coletivo, desde que não tenho contato físico direto, e sempre respeitando as regras de contenção do vírus. 

O que continua sendo liberado em Maceió

Com prorrogação, o município informou que vai manter todas as regras, mas agora com o tempo estendido até a penúltima semana do mês de setembro, o que ainda pode ser feito é:

  • Banho de mar (individualizado);
  • Passeios com animais domésticos;
  • Parques infantis e urbanos esportivos presentes na orla;
  • Treinos com profissionais (sem contato físico).

A autorização do funcionamento dos bares, restaurantes e lojas e estabelecimentos de rua, continuam mantidas enquanto perdurar a Fase Azul. Os estabelecimentos comerciais só podem funcionar com 75% da capacidade, salões de beleza e barbearia também entram na categoria. Restaurantes, bares e estabelecimentos de entretenimento ficam com horário reduzido, definido em até 02hr da manhã.

Leias mais: Maceió avança para fase azul por determinação do governo

Centros religiosos como igrejas, templos também só poderão funcionar com 75% da capacidade do ambiente. Academias, clubes e centros de ginástica estarão funcionando regularmente com 50% da capacidade.

O transportes públicos coletivos, também precisam ter atenção. O ideal é que a lotação esteja em sua totalidade sentada na capacidade estimada do veiculo, e a totalidade de pessoas em pé. A ordem segue desde a fase vermelho do processo, e deve ser mantida. Janelas abertas e uso de mascaras são obrigatórios.

Como em todo os municípios do Brasil, as mudanças estão sendo feitas devagar, de acordo com a realidade do enfretamento da Covid nos hospitais. Podendo assim, as medidas serem alteradas a qualquer momento.

Larissa Luna é graduanda em Psicologia pela Faculdade Frassinetti do Recife (FAFIRE) e graduanda em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Como universitária, estuda analises de pesquisas feitas a partir de conceitos sociológicos e antropológicos em paralelo com a Psicologia. Atualmente dedica-se a redação do Jornal O Norte.