Matrícula Escolar 2021 Bahia: Passo a passo para realizar a inscrição do SEU filho

Algumas escolas na Bahia já estão se movimentando para atender o processo de matrícula escolar 2021. As instituições têm optado também pelo formato online para atender os responsáveis dos alunos, enquanto ainda se preparam para os últimos ajustes dos protocolos sanitários para o ano que vem; como é o caso das instituições de Salvador e Lauro de Freitas.

Matrícula Escolar 2021 Bahia: Passo a passo para realizar a inscrição do SEU filho (Foto: Google/Reprodução)
Matrícula Escolar 2021 Bahia: Passo a passo para realizar a inscrição do SEU filho (Foto: Google/Reprodução)

Cada escola vem adotando medidas diferentes no momento de atender as rematrículas, mas a maioria estão sendo atendidas de forma virtual. Na Lauro de Freitas, por exemplo, é preciso agendar uma data e horário para realizar o atendimento presencial – que já vem sendo feito há alguns dias. Já o Colégio Educacional Maria José, em Pernambués, as matrículas serão abertas a partir deste mês de outubro.

Leia mais: Eleições 2020: Conheça os nomes dos candidatos a prefeito de Camaçari-BA

Na Escola Ribeiro de Araújo, na Plataforma, os gestores aguardam um posicionamento da prefeitura junto ao Sinepe (Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Estado da Bahia) para poder iniciar o processo de matrículas. No caso do Colégio Antônio Vieira, as matrículas para 2021 começaram desde julho deste ano.

De acordo com o Correio, a rede do Colégio Nossa Senhora do Resgate, que fica nos bairros de Brotas, Cabula e São Lázaro, e o colégio Montessoriano, na Boca do Rio, estão renovando primeiramente as matrículas para os alunos que são da casa. A estrutura das escolas já foi adaptada com dispensers de álcool em gel, sinalizações para manter o distanciamento mínimo de 1,5m e tapetes sanitizantes. Mesmo com a liberação dos governos, eles pretendem manter algumas atividades remotas.

Retomada no ensino presencial e matrícula escolar 2021

O portal Correio publicou no último no dia 3 de outubro que a prefeitura já definiu o modelo de retorno das aulas – faculdades primeiro, escolas depois. E a expectativa das escolas é de que o retorno escolar aconteça ainda este ano, em novembro. Mas é preciso que as gestões municipal e estadual autorizem a volta às aulas.

A expectativa, se o ensino for híbrido, é que cada escola adote um modelo diferente, com um escalonamento gradativo, isto é, 50% dos alunos irão à escola num primeiro momento, depois 70%, até se chegar ao contingente total. Enquanto isso, de acordo com apuração do portal, as escolas têm se preparado tanto para o retorno presencial quanto para o retorno híbrido, mesclando aulas remotas e aulas presenciais.

Jornalista graduada pela FAPCOM (Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação). Foi repórter do site MigraMundo e Startupi, atuou na comunicação de ONG e em assessoria de imprensa. Atualmente trabalha como jornalista freelancer e redatora do Jornal O Norte.