Matrículas 2021 Manaus: Prefeitura inicia recadastramento de alunos da rede municipal

Teve início nesta quinta-feira (8) o recadastramento do alunos matriculados na rede municipal de ensino pela Prefeitura de município, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed). Ação faz parte de mapeamento do Matrículas 2021 Manaus que visa identificar os estudantes que ainda fazem parte da rede municipal de ensino no projeto “Aula em Casa”.

Matrículas 2021 Manaus: Prefeitura inicia recadastramento de alunos da rede municipal (Foto: Reprodução/Facebook)
Matrículas 2021 Manaus: Prefeitura inicia recadastramento de alunos da rede municipal (Foto: Reprodução/Facebook)


A subsecretária municipal de Educação, Euzeni Araújo, informou ao portal do Holanda, o recadastramento será uma base para identificar os alunos que estão efetivamente ativos na rede e também para reorganizar o período da matrícula de 2021.

“A Semed pretende identificar todos os alunos da rede por meio do recadastramento e assim fechar o ano letivo de 2020 com o número exato de alunos que estão participando do ‘Aula em Casa’. Além disso, começar a programar a organização das matrículas para o próximo ano. Por isso pedimos aos pais que atendam o telefonema da direção da escola e confirmem seus dados. Quem não receber a ligação deve entrar em contato com a unidade de ensino onde o filho está matriculado”, informou Euzeni ao portal.

Leia mais: Eleições 2020: Veja a proposta dos candidatos à prefeitura de Manaus

O recadastramento implicará na vida escolar do aluno, sendo essencial para que o estudante dê prosseguimento em série superior ao de 2020. Caso o recadastramento não seja feito, o estudante não terá como concluir o ano letivo em andamento e terá de refazer a série deste ano em 2021.

Como será feito o recadastramento do Matrícula 2021 Manaus

Os gestores escolares entrarão em contato com os pais ou responsáveis para realizar a atualização dos dados.

Caso não recebam ligação, os responsáveis pelos alunos devem procurar a equipe escolar da unidade de ensino onde o aluno está matriculado.

Segundo matéria do portal do Holanda, a prefeitura irá realizar um cruzamento de dados com as informações da Gestão Integrada da Educação (Gide), que é responsável pela frequência dos alunos no “Aula em Casa”.

As atualizações cadastrais serão feitas no nome, número do CPF e endereço do responsável pelo estudante.

“A Semed possui mais de 240 mil alunos matriculados na rede municipal, por isso vamos fazer esse levantamento. É muito importante que o responsável fique atento, porque a escola entrará em contato por ligação ou por aplicativo de conversa. O pai ou responsável deve informar o nome completo dele e do aluno, CPF e endereço. Precisamos de todas as informações atualizadas até o próximo dia 16 de outubro”, reforçou a diretora do Departamento Geral dos Distritos (DEGD), da Semed, Selma Trindade.

Jornalista graduada pela FAPCOM (Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação). Foi repórter do site MigraMundo e Startupi, atuou na comunicação de ONG e em assessoria de imprensa. Atualmente trabalha como jornalista freelancer e redatora do Jornal O Norte.