Matrículas 2021: Prefeitura de Olinda divulga calendário para rede pública

A rede municipal de ensino de Olinda deu início ao processo de matrículas 2021 de forma virtual. O período para novos alunos será de 4 a 15 de janeiro de 2021. No ato da inscrição, é necessário preencher os dados do estudante e selecionar a unidade de ensino desejada. A medida evita a ida presencial dos responsáveis às instituições e a formação de aglomerações tendo em vista a pandemia da Covid-19.

Matrículas 2021: Prefeitura de Olinda divulga calendário para rede pública
Matrículas 2021: Prefeitura de Olinda divulga calendário para rede pública. (Imagem: Reprodução Google)

O secretário municipal de Educação, Paulo Roberto Souza Silva, explicou que o sistema foi projetado para facilitar o acesso no momento de pandemia, que exige medidas de isolamento social.

A gestão organizou um portal, que estará no ar a partir do dia 4 e poderá ser acessado por meio de computadores, tablet’s ou celulares, de maneira simples e rápida. O site também terá um tutorial na página de início com o passo a passo para as matrículas.

Leia mais: Réveillon 2021: Saiba qual é a região MAIS procurada pelos turistas neste ano novo

Calendário de matrículas 2021 em Olinda

No período de 18 a 29 de janeiro, os pais ou responsáveis que solicitaram a matrícula on-line precisarão comparecer às escolas para confirmação. A etapa vai exigir os seguintes documentos:

  • Certidão de nascimento ou casamento;
  • Histórico escolar ou declaração;
  • Uma foto 3×4 atual;
  • Comprovação do grupo sanguíneo;
  • RG e CPF do estudante ou do responsável;
  • Carteira de trabalho com número do NIS;
  • Cópia do cartão do Bolsa Família para beneficiários;
  • Comprovante de residência, que pode ser conta de luz, água ou declaração de moradia.

Leia mais: IPVA 2021: Pernambuco, Bahia, Sergipe e Alagoas já liberaram calendário de pagamentos

O horário de atendimento ao público no período de matrículas será das 8 às 17 horas para escolas que funcionam em dois turnos e das 8h às 18h para as que funcionam em três turnos.

Estudantes que não efetuarem suas matrículas até 15 de janeiro poderão consultar as escolas com vagas pelo site entre 1 e 12 de fevereiro.

A matrícula de estudantes sem comprovação de estudos que desejam cursar o ensino fundamental ou a Educação de Jovens e Adultos, anos iniciais e finais, poderá ser realizada.

Os inscritos passarão por um processo de avaliação nas escolas para verificar em que ano ou nível a matrícula deverá ser realizada, como garante a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB).

 

Mônica Chagas Ferreira é mestranda em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e formada em Jornalismo pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Como pesquisadora, estuda Análise do Discurso na perspectiva foucaultiana, contemplando relações de saber, poder e política presentes na mídia. Enquanto jornalista, já atuou em rádios e veículos impressos. Atualmente trabalha como assessora de comunicação e redatora do Jornal O Norte.