Menos trabalhadores receberão o AUXÍLIO residual; veja regras de pagamento

Beneficiários do Auxílio Emergencial que não possuem cadastro no Bolsa Famílias continuam sem saber quando irão receber o benefício. Medida Provisória assinada pelo presidente Jair Bolsonaro há mais de vinte dias prorrogando o pagamento do benefício não especifica o pagamento de R$ 300 para todos os cadastrados.

Menos trabalhadores receberão o AUXÍLIO residual; veja regras de pagamento(Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil)
Menos trabalhadores receberão o AUXÍLIO residual; veja regras de pagamento (Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil)


As quatro parcelas restantes ainda não foram pagas para os trabalhadores que fazem parte do Cadastro Único ou que se inscreveram no Auxílio Emergencial através do site ou do aplicativo.

Maior restrição nos critérios de pagamento do auxílio

Segundo apuração do portal G1, o pagamento do benefício no valor de R$ 300 atingirá menos trabalhadores devido às novas regras que restringem o pagamento. Confira as regras:

-Tenha vínculo de emprego formal ativo adquirido após o recebimento do auxílio emergencial;
-Receba benefício previdenciário ou assistencial ou benefício do seguro-desemprego ou de programa de transferência de renda federal;
Tenha renda familiar mensal per capita acima de meio salário-mínimo e renda familiar mensal total acima de 3 salários-mínimos;
-Seja residente no exterior;
Tenha recebido, no ano de 2019, rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70;

Leia mais: Calendário do auxílio emergencial de quem não recebe Bolsa Família já foi liberado?

-Tinha, em 31 de dezembro de 2019, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, incluída a terra nua, de valor total superior a R$ 300 mil;
-Tenha recebido, no ano de 2019, rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40 mil;
-Tenha sido incluído, no ano de 2019, como dependente de declarante do Imposto sobre a Renda
esteja preso em regime fechado;
-Tenha menos de 18 anos de idade, exceto no caso de mães adolescentes;
-Possua indicativo de óbito nas bases de dados do governo federal.

O portal G1 entrou em contato com o Ministério da Cidadania para falar sobre as datas de pagamento, mas não obteve resposta.

Aprovados podem perder benefício em reavaliação mensal

Governo Bolsonaro irá reavaliar os beneficiados mensalmente. Dependentes de pessoas que tenham declarado Imposto de Renda e tenham recebido mais de R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis no ano passado e aqueles que conseguiram emprego formal serão excluídos.

Início do pagamento do auxílio residual

Os pagamento para os cadastrados no Bolsa Família começaram a receber o chamado auxílio residual na última quinta-feira (17), na segunda-feira (21) outros beneficiados receberam a nova parcela.

O pagamento segue até o final do mês.




Jornalista graduada pela FAPCOM (Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação). Foi repórter do site MigraMundo e Startupi, atuou na comunicação de ONG e em assessoria de imprensa. Atualmente trabalha como jornalista freelancer e redatora do Jornal O Norte.