Mesmo com pandemia, banhistas aproveitam praias de Salinas

O primeiro domingo do mês de julho foi movimentado na praia do Atalaia, localizada no município de Salinas. Famílias e grupos de amigos lotaram a grande faixa de areia desde as primeiras horas do dia, mesmo com a pandemia de coronavírus. Salinas é uma das cidades que está autorizada pela própria prefeitura municipal a receber turistas durante o período de veraneio. Além do Atalaia, as praias da Corvina, Maçarico e Farol, também estão liberadas para o acesso dos banhistas.
Pará tem mais 24 novos casos e seis óbitos por Covid-19Proprietário de um dos restaurantes da praia do Atalaia, Marcelo Guedes disse ter ficado surpreso com a movimentação neste primeiro final de semana do mês, um dos mais atípico dos últimos anos, por conta da Covid-19. “Nós, barraqueiros aqui do Atalaia estamos bem contentes com essa reabertura. O movimento superou nossas expectativas. Achávamos que seria baixo nesse final de semana, mas até então, tá bem razoável”, disse o empresário que trabalha há 20 anos no local.
Marcelo que também é presidente da Associação de Barraqueiros da Praia do Atalaia, conta que os estabelecimentos estão seguindo todas as recomendações de segurança necessárias para que possam funcionar sem oferecer riscos à saúde dos clientes. “Mesmo com um bom movimento nesse início, ainda estamos preocupados como tudo vai ficar daqui pra frente, porque a doença ainda está aí e tem seus riscos. Estamos empregando várias ações nesse sentido de segurança da saúde para poder trabalhar nessa retomada de um julho tão diferente”, explicou.

Movimento no primeiro final de semana de julho surpreendeu comerciantes, que esperam recuperar prejuízos com o isolamento. Já os veranistas dizem que queriam mesmo é aproveitar o clima, com segurança

Wagner Santana

Cada funcionário do restaurante recebeu um kit higiênico contendo luvas, máscaras de proteção, álcool em gel 70% e dois uniformes. Além dos itens entregues, o quadro de funcionários do restaurante também foi reajustado seguindo as recomendações dos órgãos de saúde. “A gente trabalhava com 11 garçons, e agora voltamos com apenas 6 para dar mais espaço e evitar aglomeração no salão, que também foi reorganizado e agora comporta apenas 50% das mesas que costumávamos colocar”, conta o proprietário.
A técnica de enfermagem, Thayná Almeida, 25 anos, aproveitou as horas mais tranquilas na praia para relaxar e se divertir com os amigos. “Eu estou achando muito bom como tudo está sendo conduzido nessa retomada. Até então, a praia está movimentada, mas nada comparado aos outros anos. O que precisamos é continuar tomando todos os cuidados para poder curtir esse verão sem nenhum problema”, afirma.
SEGURANÇA
Os vendedores ambulantes também diziam estar esperançosos com as vendas no verão deste ano. “Estamos no início do mês e já está bem movimentado. Com certeza vai ser boa a venda para todo mundo”, disse Alex Silva, 23.Se no Atalaia o movimento era intenso, o clima era mais calmo. Nas praias da Corvina e do Farol, por exemplo, um público tímido apareceu para aproveitar a tarde, assim como no Maçarico.Veja imagens de Mosqueiro no primeiro domingo de julhoFérias: veja fotos de Salinas neste domingo (5)
A estudante Lindely Wane, 20, veio de Paragominas justamente com a família, para aproveitar o município “Está sendo incrível poder finalmente sair de casa e poder respirar esse ar de praia que renova todas as energias” diz. Mesmo estando aproveitando o momento de lazer, a estudante disse não esquecer de se cuidar e proteger do coronavírus. “Estamos aqui a todo momento higienizando as coisas e usando máscaras quando precisa entrar em lugares mais fechados. Não podemos esquecer que o vírus ainda circula por aí”, lembrou a estudante.
Para garantir que seja um verão tranquilo e que as pessoas respeitem as medidas de segurança impostas nessa retomada, a Secretaria de Segurança Pública e Desfesa Social do Pará (Segup) montou um ponto de integração no município para fiscalizar a região neste período de veraneio que fez um balanço positivo do primeiro final de semana de julho. “O nosso propósito é fiscalizar o cumprimento do decreto. E nesse sentido foi exitoso, até por conta do grau de educação e recepção da população com nossas equipes que não receberam nenhuma ocorrência grave nesse primeiro momento” destacou o tenente-coronel bombeiro militar Helton Moraes, supervisor da operação Verão Seguro em Salinópolis.
Trânsito intenso no retorno pela BR-316
O Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran-PA), registrou fluxo intenso de veículos no retorno das praias e balneários do interior, no primeiro final de semana das férias, na rodovia BR-316. Segundo o órgão, entre as 16h as 20h, horários considerados de pico, passaram 62 carros por minuto na barreira do órgão que fica no KM 9 da rodovia.

Retorno intenso, mas sem acidentes graves na rodovia

Celso Rodrigues

Para agilizar o tráfego dos veículos, o Detran determinou, a partir do KM 10 da BR, a inversão de uma das faixas do sentido Interior-Capital, a partir das 16h. “O fluxo de saída estava tranquilo, por isso fizemos essa adaptação. E deu certo, se não fosse existiria um longo engarrafamento”, disse Ivan Feitosa, coordenador de operações do Detran.
Além disso, ainda de acordo com o coordenador de operações do Detran, cerca de 45 agentes de trânsito do Detran estiveram distribuídos nos primeiros 18 quilômetros da BR-316. Até às 20h, apesar do trânsito intenso não houve registro de acidentes graves.

Fonte: Diário do Pará