NOVO banco digital da CAIXA vai pagar Bolsa Família, FGTS e mais benefícios; conheça

Em meados de julho de 2020, o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, havia anunciado a intenção da instituição financeira em criar um novo banco que pagasse todos os benefícios sociais do Governo Federal. Já no final do ano passado, o gestor declarou que espera lançar o novo banco digital ainda em 2021, a depender da aprovação do Banco Central e do Conselho de Administração da Caixa.

NOVO banco digital vai pagar TODOS os benefícios sociais; conheça (Imagem: Divulgação/Caixa)
NOVO banco digital vai pagar TODOS os benefícios sociais; conheça (Imagem: Divulgação/Caixa)

Durante apresentação dos resultados no terceiro trimestre da Caixa, em novembro de 2020, Pedro Guimarães apresentou os planos da criação do banco digital, que será separada da Caixa e passará por processo de abertura de capital (venda de ações) no Brasil e no exterior.

Leia mais: Caixa começa a pagar Bolsa Família em poupança digital NESTE MÊS; saiba como usar

Na época, a expectativa do presidente da Caixa era de lançar o banco em até seis meses, necessitando da aprovação por parte do Banco Central e do Conselho de Administração da Caixa. Acordos que já vinham sendo conversados, segundo Guimarães:

“Estamos discutindo internamente. Há um consenso que esse é um ponto chave para o futuro da Caixa Econômica Federal. Já há uma conversa inicial no conselho de administração e algumas conversas no Banco Central”, disse Guimarães à Agência Brasil.

Atualmente, os benefícios sociais são pagos por meio da poupança social digital. Os beneficiários poderão movimentar recursos por meio do aplicativo Caixa Tem. São 35 milhões de beneficiários que usam o aplicativo.Guimarães acredita que, com a eficiência do banco digital, também será eficiente o microcrédito; na opinião dele, a ação faz com que a Caixa caminhe para o reforço na governança da Caixa.

Serviços do novo banco digital da Caixa

A nova instituição contará com 105 contas digitais abertas pela Caixa no início da operação, com cerca de 100 funcionários. E serão ofertados, principalmente, três serviços:

  • pagamento de benefícios sociais;
  • liberação de microcrédito para, no mínimo, 10 milhões de clientes; e
  • crédito imobiliário para famílias de baixa renda.
  • Oportunidade de negócio

Em matéria publicada pela Folha de S. Paulo, essa operação da Caixa poderá render ao menos R$ 50 bilhões aos cofres da instituição.

Leia mais: Conheça TRÊS formas de ANTECIPAR o auxílio emergencial e FGTS em 2021

A Caixa Tem, até o início de dezembro, possuía cerca de 105 milhões de contas ativas pelo pagamento do auxílio emergencial.

Jornalista graduada pela FAPCOM (Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação). Foi repórter do site MigraMundo e Startupi, atuou na comunicação de ONG e em assessoria de imprensa. Atualmente trabalha como jornalista freelancer e redatora do Jornal O Norte.