Novo valor do Auxílio Emergencial é definido nesta terça (01)

O presidente Jair Bolsonaro anunciou que o valor do Auxílio Emergencial será de R$ 300 e que a prorrogação será por mais quatro meses. A definição veio após uma reunião com líderes dos partidos da base na Câmara dos Deputados e no Senado, no Palácio da Alvorada. Bolsonaro já havia se comprometido em manter o pagamento do benefício até dezembro, mas informou que o valor seria menor do que os atuais R$ 600.

Novo valor do Auxílio Emergencial é definido nesta terça (01)
Novo valor do Auxílio Emergencial é definido nesta terça (01). (Imagem: Marcos Corrêa/PR)

O Auxílio Emergencial foi criado em abril para atender trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos e desempregados, além de beneficiários do Bolsa Família que perderam renda durante a pandemia. Inicialmente, previa o pagamento de apenas três parcelas de R$ 600, até julho. O programa já foi prorrogado uma vez, contemplando mais duas parcelas de R$ 600.

Nas últimas semanas, as alas política e econômica do governo discutiam uma nova prorrogação, mas com valor menor. A equipe econômica entende que os beneficiários ainda precisam de ajuda, mas o custo elevado do programa precisa ser reduzido.

Segundo o Ministério da Economia, o custo do auxílio está estimado em R$ 254,4 bilhões, sendo R$ 50 bilhões por mês. Atualmente, 65,4 milhões de brasileiros estão com cadastro aprovado para receber as parcelas.

Auxílio também será substituído pelo Renda Brasil

A expectativa do governo é que a partir de janeiro de 2021 a população mais vulnerável seja coberta pelo Renda Brasil, novo programa social em fase de estudo. O benefício, cotado para substituir o Bolsa Família vai depender da aprovação do Congresso e do corte de gastos em outros setores.

Leia mais: Governo estuda proposta para aumento no valor do Bolsa Família.

A intenção do ministro da Economia, Paulo Guedes, era lançar a primeira fase do programa ainda este ano, ao invés de prorrogar o auxílio emergencial. Mas o Renda Brasil ainda não está finalizado e vai depender de intervenções legislativas para ser aprovado.

O projeto inicial do governo gira em torno de um valor de R$ 300 para o Renda Brasil, que pretende unificar outros programas, como o próprio Auxílio Emergencial, o Fundo de Amparo ao Trabalhador e o Seguro Defeso, além de substituir o Bolsa Família.

Facebook Comments

Mônica Chagas Ferreira é mestranda em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e formada em Jornalismo pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Como pesquisadora, estuda Análise do Discurso na perspectiva foucaultiana, contemplando relações de saber, poder e política presentes na mídia. Enquanto jornalista, já atuou em rádios e veículos impressos. Atualmente trabalha como assessora de comunicação e redatora do Jornal O Norte.