Pente-fino do INSS: VOCÊ vai perder o benefício em 2021? Saiba como consultar!

O cronograma de 2021 do pente-fino dos benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) foi divulgado. Alguns tipos de beneficiários não estão impedidos de perder o benefício, mas precisam cumprir determinados requisitos. O mais recomendado é que todos mantenham o cadastro atualizado com telefone, e-mail e endereço.

Pente-fino do INSS: VOCÊ vai perder o benefício em 2021? Saiba como consultar!
Pente-fino do INSS: VOCÊ vai perder o benefício em 2021? Saiba como consultar! (Imagem: Montagem / Jornal O Norte)

Os benefícios sujeitos a revisão são: auxílio-doença; auxílio acidente; aposentadoria por invalidez e o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Todos os contemplados por estes recursos serão notificados para comparecer a uma das agências do INSS. Aproximadamente 1,7 milhão de segurados recebem valores sob condições suspeitas de irregularidades, segundo o órgão.

Leia mais: Saiba como pagar MENOS no imposto de renda em 2021 com ESSAS dicas

Veja o que fazer para não perder benefícios do INSS

Além dos grupos acima, outros que podem passar por revisão são: aposentados por tempo de contribuição e idade; aposentados e pensionistas considerados inválidos com mais de 60 anos de idade; pessoas com mais de 55 anos de idade, que recebem benefício por incapacidade por mais de 15 anos; pessoas que recebam benefício previdenciário por serem portadoras de HIV/AIDS.

Nestes casos, a orientação também é manter o cadastro atualizado. Se o segurado for notificado, deve atentar-se à documentação solicitada para não esquecer nenhum componente.

Geralmente, o órgão pede documentos que comprovem o direito à renda recebida, por exemplo, no caso de um auxílio-doença, são solicitados exames ou atestados atuais. Normalmente o INSS dá um prazo de 30 dias para apresentar a defesa.

Leia mais: Renda Cidadã, Bolsa Família e auxílio emergencial: Bolsonaro assume expectativas para 2021

Para enviar a documentação, o beneficiário precisa acessar o Meu INSS pelo site ou aplicativo. Depois, pode solicitar o serviço “Atualização de Dados e Benefício” e, na sequência, anexar uma cópia digitalizada dos documentos pessoais: CPF; RG; certidão de nascimento ou casamento; título de eleitor e Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS).

Os documentos podem ser do titular do benefício, do procurador ou do representante legal, se houver. O objetivo é demonstrar a regularidade da manutenção do benefício e evitar suspensão ou cancelamento. Para 2021, a previsão é que o pente-fino seja concluído até 31 de janeiro.

Mônica Chagas Ferreira é mestranda em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e formada em Jornalismo pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Como pesquisadora, estuda Análise do Discurso na perspectiva foucaultiana, contemplando relações de saber, poder e política presentes na mídia. Enquanto jornalista, já atuou em rádios e veículos impressos. Atualmente trabalha como assessora de comunicação e redatora do Jornal O Norte.