Pesquisa eleitoral 2º turno João Pessoa aponta favoritismo entre candidatos

Em João Pessoa, a eleição para prefeito será decidida no segundo turno, marcado para 29 de novembro. A disputa será entre Cícero Lucena (Progressistas) e Nilvan Ferreira (MDB). Segundo a Justiça Eleitoral, Cícero recebeu 75.610 votos, que corresponde a 20,72% dos votos válidos e Nilvan obteve 60.615 votos, o que representa 16,61% dos votos válidos. Porém, a pesquisa eleitoral 2º turno em João Pessoa que revelará o favorito entre os eleitores.

Pesquisa eleitoral 2º turno João Pessoa aponta favoritismo entre os candidatos
Pesquisa eleitoral 2º turno João Pessoa aponta favoritismo entre os candidatos (Imagem: Montagem/ TV Cabo Branco/ Reprodução)

No site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), é possível ter acesso aos resultados e estatísticas de todos os candidatos. Mais de 111 mil eleitores deixaram de votar na capital paraibana, o que corresponde a 21,28% do eleitorado. Entre votos brancos e nulos o percentual foi de 11,26%.

Pesquisa eleitoral 2º turno em João Pessoa

O instituto Opinião Pesquisas já registrou a primeira pesquisa eleitoral para o segundo turno da Prefeitura de João Pessoa. O levantamento foi contratado pelo Portal Mais PB, para saber a intenção de votos dos eleitores de João Pessoa.

A empresa irá entrevistar 800 eleitores da capital paraibana entre quinta-feira (19) e sexta-feira (20). A expectativa é que a pesquisa seja divulgada no domingo (22). A Metodologia utilizada será a pesquisa quantitativa com aplicação de questionários estruturados e padronizados por meio de entrevistas pessoais em domicílios, junto a uma amostra representativa.

Leia mais: Pela primeira vez na história, Paraíba tem mais de 35 mulheres eleitas aos cargos de prefeitas

Cícero Lucena já foi governador da Paraíba, vice-governador e senador. Também tem experiência como prefeito de João Pessoa, com dois mandatos consecutivos. Na última eleição, chegou a disputar o segundo turno, mas foi derrotado por Luciano Cartaxo (PV). Nilvan Ferreira é radialista e está disputando o cargo pela primeira vez. Antes da eleição, o seu nome chegou a ser sondado como possível candidato pelo PSL, mas acabou concorrendo pelo MDB.

Uma pesquisa realizada em outubro levantou os problemas de maior reclamação da população. Os destaques foram saúde, citada por 61% dos entrevistados; segurança pública, citada por 41% e educação, 33%. O saneamento básico também aparece como prioridade entre os moradores da cidade que tem vocação turística. Diversas ligações irregulares deságuam diretamente no mar, inclusive em praias importantes, como a de Cabo Branco.

Mônica Chagas Ferreira é mestranda em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e formada em Jornalismo pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Como pesquisadora, estuda Análise do Discurso na perspectiva foucaultiana, contemplando relações de saber, poder e política presentes na mídia. Enquanto jornalista, já atuou em rádios e veículos impressos. Atualmente trabalha como assessora de comunicação e redatora do Jornal O Norte.