Proposta sugere retorno das aulas na Universidade Federal do Pará

Uma proposta foi apresentada por uma comissão para que as aulas na Universidade Federal do Pará sejam retomadas ainda no segundo semestre deste ano. A proposta prevê ainda um calendário de emergência com conteúdo para aulas virtuais.

Proposta sugere retorno das aulas na Universidade Federal do Pará
Proposta sugere retorno das aulas na Universidade Federal do Pará (Imagem: Divulgação)

A Pró-Reitoria de Ensino da Universidade Federal do Pará  está realizando uma consulta para saber como está a disponibilidade de acesso à internet de alunos e professores. Para acessar a pesquisa basta entrar no Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (Sigaa).

O intuito é fazer um mapeamento de como estão as condições de acesso, para que haja o planejamento estratégicos das ações e até mesmo a possível retomada das aulas. A pesquisa acontece até o dia 13 de agosto.

Para que o período acadêmico seja retomado a proposta ainda passará por votação através do Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe).

Ainda assim, será de responsabilidade dos cursos analisar o que pode ser oferecido em aulas virtuais. Até que a decisão seja tomada, as aulas na Faculdade Federal do Pará estão suspensas.

Leia mais: Monte Alegre-PA divulga edital para vagas de emprego de contratação temporária

Proprietários de escolas em Belém do Pará se mobilizam para retorno das aulas presenciais

Uma manifestação foi realizada nesta quarta-feira (29) por proprietários e professores de escolas para chamar atenção do poder público para a retomadas das aulas presenciais no dia 3 de agosto.

A categoria iniciou uma carreata pelo Centro de Belém e concentrou o protesto na Assembleia Legislativa do Pará, onde foi recebida por uma comissão. Quem precisou passar de carro pelos lugares onde a carreata passou e ficou concentrada enfrentou congestionamento.

Segundo a União das Escolas Particulares do Pará, os estabelecimentos de ensino estão prontos para receber os alunos e afirma que devem respeitar as normas de higienização e distanciamento.

Esta semana um protesto parecido foi realizado também na capital do Ceará, Fortaleza. Representantes das unidades de ensino particulares fizeram uma carreata e se concentraram em frente ao Palácio da Abolição, no bairro Dionísio Torres. O intuito da categoria era chamar atenção do governador Camilo Santana para a reabertura das escolas, também no dia 3 de agosto.

Mara Rodrigues é formada em jornalismo pela Universidade Estácio de Sá com mais de 13 anos de experiência. Já atuou como repórter de economia e polícia do jornal O Estado, repórter de cotidiano da TV Diário e assessora de comunicação. Atualmente trabalha como repórter de cotidiano da TV Cidade, filiada da Record TV no Ceará e dedica-se a redação do jornal O Norte.