Monte Alegre-PA divulga edital para vagas de emprego com contratação temporária

A Prefeitura de Monte Alegre, no estado do Pará, abriu uma chamada pública para contratação temporária de profissionais da área da saúde. As vagas de emprego são para médico clínico geral e técnico em laboratório para cobertura assistencial à população no enfrentamento à pandemia causada pelo novo coronavírus (Covid-19).

Monte Alegre-PA divulga edital para vagas de emprego com contratação temporária
Monte Alegre-PA divulga edital para vagas de emprego com contratação temporária. (Imagem: Google)

De acordo com o documento, não há quantidade limitada de vagas, a demanda pode ser redimensionada considerando a necessidade e agravamento da pandemia.

Os profissionais devem atuar no âmbito da Secretaria Municipal de Saúde (Sesma), nas unidades municipais localizadas nas zonas urbana e rural, no Hospital Municipal e Maternidade, pelo prazo de até 90 dias, com a possibilidade de prorrogação por igual período.

Como se inscrever para a seleção

As inscrições foram abertas no dia 25 de julho e seguem até as 23h59 desta quarta-feira (29). Para efetivar a candidatura, é necessário enviar o currículo e a documentação exigida no edital para o e-mail chamadapublicapmma@gmail.com. Inscrições de candidatos que se enquadram nos grupos de risco da Covid-19 não serão aceitas. A saber:

  • Pessoas com 60 anos ou mais;
  • Gestantes;
  • Portadores de doenças respiratórias crônicas, diabetes, cardiopatias, hipertensão e outros problemas de saúde;
  • Mulheres lactantes.

Leia mais: IEMA lança edital do processo de credenciamento para professores de idiomas.

Segundo o edital, o candidato precisa declarar no currículo que não é portador de nenhuma das circunstâncias acima. A documentação necessária para envio consiste em:

  1. Ficha de inscrição (disponível no edital) preenchida;
  2. Cópia do CPF e RG;
  3. Cópia da certidão de nascimento, casamento ou declaração de união estável;
  4. Cópia do título de eleitor e comprovante da última votação ou certidão de quitação eleitoral;
  5. Cópia da carteira de reservista ou comprovante de dispensa militar (para candidatos do sexo masculino);
  6. Cópia de documento oficial com numeração do PIS ou PASEP, contendo o nome do candidato;
  7. Uma foto 3 x 4;
  8. Cópia do comprovante de residência atualizado;
  9. Cópia do certificado de conclusão de curso e histórico escolar de curso profissionalizante, expedido por instituição de ensino reconhecida e cópia da carteira de habilitação do respectivo conselho profissional;
  10. Cópia das certidões negativas de antecedentes criminais dos locais de domicílio;
  11. Cópias de certificados de cursos realizados na área ou função de inscrição, bem como documentos que comprovem experiência profissional.

A classificação dos participantes inscritos consistirá na avaliação da documentação apresentada. Para mais informações, acesse a chamada pública.

Facebook Comments

Mônica Chagas Ferreira é mestranda em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e formada em Jornalismo pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Como pesquisadora, estuda Análise do Discurso na perspectiva foucaultiana, contemplando relações de saber, poder e política presentes na mídia. Enquanto jornalista, já atuou em rádios e veículos impressos. Atualmente trabalha como assessora de comunicação e redatora do Jornal O Norte.